Explosão em uma base militar russa: de acordo com o Greenpeace, a radiação é 20 vezes maior

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Em uma base militar russa, na região do Arcanjo, que abriga submarinos nucleares, ocorreu uma explosão durante o teste de um motor de míssil de guerra. O acidente resultou em no mínimo 5 mortes e vários feridos, e agora há a preocupação de a radiação ter contaminado a área.

A este respeito Greenpeace Rússia pediu à autoridade para os consumidores, o Rospotrebnadzor, para investigar as causas do desastre e verificar se há uma ameaça para a saúde humana devido à radiação, denunciando um pico de radioatividade 20 vezes maior do que os padrões, registro feito na quinta-feira, 8, pelo Ministério das Emergências da Rússia.

Muitas coisas não se encaixam: os feridos, conforme relatado por Baza, teriam sido urgentemente levados para o centro biofísico nacional de Burnazyan devido aos sintomas da exposição à radiação. É sempre Baza quem afirma que as vítimas foram transportadas em ambulâncias com portas seladas por lonas plásticas, enquanto os motoristas usavam roupas de proteção contra agentes químicos.

De acordo com o Ministério da Defesa, não houve emissões perigosas, razão pela qual não houve evacuação na área, embora tenha havido um aumento temporário nos níveis de radiação imediatamente após a explosão.

Enquanto isso, o medo nuclear está se espalhando nas áreas ao redor da região atingida pelo acidente, onde o iodo está literalmente se exaurindo nas farmácias: a substância é usada para neutralizar os efeitos da radiação. Tudo o que resta é esperar por mais atualizações, esperando que tudo corra bem.

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
greenMe.com.br é uma revista brasileira online, de informação e opinião Editada também na Itália como greenMe.it
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook