A voz dos povos indígenas do Brasil ganha o mundo: ‘estamos cheios de medo. Em breve vocês estarão também’

A voz dos povos indígenas do Brasil ganha o mundo: ‘estamos cheios de medo. Em breve vocês estarão também’

“Nós, os povos da Amazônia, estamos cheios de medo. Em breve vocês estarão também”: esse é o título do artigo assinado por Raoni Metuktire. Nele, o líder Kayapó adverte quanto às consequências catastróficas da destruição da maior floresta tropical do planeta.

Critica, também, a lógica da exploração econômica que destroi a biodiversidade para criar monoculturas, além de chamar a atenção para a falta de cuidado com os mais pobres. O texto, publicado pelo jornal britânico The Guardian, já foi compartilhado por milhares de pessoas.

Repleta de referências às tradições indígenas, a mensagem do cacique Raoni é direta:

“Vocês destroem nossas terras, envenenam o planeta e semeiam a morte porque vocês estão perdidos. E, logo, será tarde demais para mudar […] Por muitos anos, nós, os líderes indígenas e os povos da Amazônia, temos avisado vocês, nossos irmãos que causaram tantos danos às nossas florestas. O que vocês estão fazendo mudará o mundo inteiro e destruirá nossa casa — e destruirá a casa de vocês também“.

Há razões de sobra para tanto medo e apreensão. De acordo com informações recentes, o desmatamento na Amazônia triplicou no trimestre de junho a agosto. Nesse período, os alertas de desmatamento na região somaram uma área de quase 5.000 km2, enquanto que, no ano passado, esse número foi de 1.620 km2.

No entanto, se o cenário descrito por Raoni já era sombrio, a situação vem se agravando. As queimadas que hoje atingem o Brasil vão muito além da Amazônia e o Cerrado já é o bioma mais afetado.

Como informou a alemã DW nesta quinta-feira, em menos de dez dias, foram registrados mais de 7 mil focos de incêndio no Pantanal, contra 6 mil na Amazônia. “Entre 1º de setembro e a última segunda-feira, houve 7.304 focos de incêndio no Cerrado, contra 6,2 mil na Amazônia, informou o Inpe. Os dados foram captados pelo satélite de referência Aqua, utilizado pelo instituto”, alertou a publicação.

Raoni já avisou:

“Todos nós respiramos esse ar, todos bebemos a mesma água. Vivemos neste planeta. Precisamos proteger a Terra. Se não o fizermos, os grandes ventos virão e destruirão a floresta. Então vocês sentirão o medo que nós sentimos agora”.

Que a repercussão internacional para a crise ambiental brasileira se traduza em ações para que a profecia do cacique não se realize.

Estamos mais do que avisados.

Talvez te interesse ler também:

A REPERCUSSÃO INTERNACIONAL SOBRE O DESMATAMENTO: O GOVERNO BRASILEIRO DEU UM TIRO NO PÉ

MEDICINA INDÍGENA: UM CENTRO EM MANAUS OFERE TRATAMENTO ANCESTRAL PARA CURAR CORPO E ESPÍRITO

ÍNDIO: O MAIOR CONSERVADOR E DEFENSOR DA VIDA NA TERRA

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *