Informar-se

Crimes ambientais financiam grupos terroristas

Crimes ambientais financiam grupos terroristas

Crimes ambientais, avaliados em cerca de US$ 213 bilhões – aproximadamente R$ 430 bilhões – por ano, tem servido para auxiliar no financiamento de grupos terroristas, milícias e criminosos famosos a ameaçar a segurança e o desenvolvimento sustentável de diversos países, conforme afirma um novo relatório publicado pela PNUMA – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente – e a INTERPOL – Organização Internacional de Polícia Criminal.

Crimes ambientais financiam grupos terroristas (parte 2)

Crimes ambientais financiam grupos terroristas

Continuando com a parte 1 desta matéria, , acrescentamos alguns detalhes sobre o impactante relatório, feito em conjunto entre a PNUMA (ONU) e a INTERPOL. A seguir vamos abordar mais alguns detalhes desse texto que é uma mensagem que alarma ao revelar os absurdos cometidos contra a natureza, com o objetivo de angariar dinheiro e poder – financiando até mesmo o crime organizado.

As 10 empresas mais verdes do mundo

10 empresas mais verdes do mundo

Em parceria com a Corporate Knights Capital, as principais mentes de sustentabilidade de organizações não-governamentais e comunidades acadêmicas e de contabilidade, o site da Newsweek classificou as maiores empresas do mundo em sustentabilidade corporativa e impacto ambiental.

Assembléia da ONU no Quênia discute diretrizes para o futuro do meio ambiente

Assembléia da ONU no Quênia: futuro do meio ambiente

Nesta segunda-feira (23) teve início a Assembleia Ambiental das Nações Unidas (UNEA, na sigla em inglês), com a participação de mais de uma centena de ministros, cientistas e representantes da sociedade civil e do setor privado. A assembleia foi organizada na sede do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), em Nairobi, sob o temaUma vida digna para todos”, a UNEA debaterá até o dia 27 de junho temas-chave para o meio ambiente mundial, incluindo tráfico ilegal de espécies e os objetivos do desenvolvimento sustentável.

Por que dizem sim aos transgênicos?

transgênicos

O plantio, em todo o planeta, de sementes geneticamente modificadas teve um crescimento, só em 2013, da ordem de 3%, obtendo um recorde de 175,2 milhões de hectares de área plantada – conforme dados do Serviço Internacional para a Aquisição de Aplicações de AgrobiotecnologiaISAAA. Isso quer dizer que o crescimento, desde seu lançamento em 1994 – com um tomate, plantado na Califórnia, EUA –, foi multiplicado por cem.

USP busca manejo mais sustentável para a cana de açúcar

USP busca manejo mais sustentável para a cana de açúcar

O Brasil é hoje o maior produtor de cana de açúcar e é responsável por mais da metade do açúcar comercializado no mundo, gerando mais de 2 bilhões de dólares por ano. O etanol, produzido no Brasil, a partir da cana, também é responsável pela expansão do setor sucroalcooleiro. Dentre as fontes de energia usadas no Brasil, a cana de açúcar é hoje a segunda matriz energética, ficando atrás apenas do petróleo.