Microplástico: a partir deste ano, proibido também no Reino Unido e Canadá

  • atualizado: 
Microplástico

Microplástico proibido no Reino Unido e no Canadá. Em 2018, entrou em vigor nestes países a proibição do uso das microesferas plásticas muito usadas em cosméticos e em produtos de higiene pessoal. Ao proibir a produção dessa praga, os microplásticos não mais poderão ser encontrados em vários produtos, evitando assim, sérios danos à vida marinha.

O problema do microplástico é muito sério e nós já falamos aqui várias vezes sobre ele. Agora, mais dois outros países estão dando o o exemplo de proibir a fabricação e o uso deste material.

Como explicou o The Guardian, a proibição no Reino Unido foi inicialmente aprovada em 2016 e, a partir deste mês de 2018 está proibida a produção de microesferas plásticas, enquanto a proibição da venda de produtos contendo este material, entrará em vigor a partir de julho deste ano. A partir de 30 de junho de 2018 serão completamente removidos das prateleiras das lojas britânicas, os produtos que contenham microplásticos.

O Greenpeace Uk explicou que até 12 milhões de toneladas de plástico acabam todos os anos no oceano, o equivalente a um caminhão de lixo por minuto!!! Uma vez que esses microplásticos acabam no meio ambiente, eles podem causar a sufocação dos animais que habitam o mar. Mas não só isso. O microplástico também foi encontrado no sal marinho, na nossa água potável e na cadeia alimentar.

"Nossos mares se tornaram um aterro de resíduos plásticos, incluindo de microplásticos, que são tão nocivos à vida selvagem e aos ecossistemas quanto aos objetos plásticos maiores, mesmo sendo menos visíveis", explica a associação.

Por sua vez, a ministra britânica do Meio Ambiente, Thérèse Coffey, acrescentou:

"Os oceanos do mundo são alguns de nossos recursos naturais mais preciosos e estou determinada a intervir agora para enfrentar o plástico que devasta a nossa preciosa vida marinha, e agora que alcançamos esse importante marco, tentaremos entender como estendê-lo globalmente e eliminar outros tipos de resíduos plásticos".

O Canadá também decidiu dar o seu adeus ao microplástico neste ano de 2018. Outros países, incluindo os Estados Unidos, a Irlanda e a Nova Zelândia, o fizeram em anos anteriores.

Sobre o problema do microplástico leia também: 

MICROPLÁSTICOS EM ESFOLIANTES E PASTAS DE DENTES AMEAÇAM O MEIO AMBIENTE

OCEANOS DE MICROPLÁSTICO: TEM MUITO MAIS LIXO DO QUE SE IMAGINOU ATÉ AGORA

MICROESFERAS DE PLÁSTICO: O ALARME DE UM CHOCANTE ESTUDO NORTE-AMERICANO

E para finalizar, um vídeo de 2 minutos que explica a dramática situação do microplástico no ambiente: