Lei francesa evita desperdício e ajuda no combate à fome

Desperdício de alimentos

Um lei francesa vai entrar para o nosso rol de ideias do mundo inteiro contra o deperdício. A França sancionou, por unanimidade, uma lei proibindo que supermercados desperdicem alimentos.

A norma, que é uma emenda à Lei de Transição Energética, estabelece que, a partir de julho de 2016, os supermercados com mais de 400 metros quadrados não poderão jogar no lixo os alimentos que vão perder a validade e que estejam em bom estado, devendo, portanto, doá-los.

Algumas redes de supermercados não só jogam alimentos no lixo como impedem que aqueles que passam fome tenham acesso a eles, usando cloro ou depositando os alimentos em lugares inacessíveis.

A importância dessa lei reflete sobre duas questões: a fome e o lixo. No mundo todo, são depositados no lixo aproximadamente 1.300 quilos de alimentos por dia segundo a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), que estima, também, que essa comida seria suficiente para alimentar 900 milhões de pessoas.

Uma das razões para esse desperdício é o sistema de consumo em que vivemos. Os alimentos são produzidos em larga escala e o excedente é destinado ao lixo, ao invés de ser doado, quando em bom estado, a quem deles necessita.

Segundo cálculo da ONU, 1 milhão de pessoas vive abaixo da linha da pobreza, ou seja, é a mesma quantidade de pessoas que poderia ser alimentada se não houvesse desperdício de alimentos no mundo.

Além da lei francesa, existem outras ações contra a fome e o desperdício. No Brasil, por exemplo, há a iniciativa "Satisfeito", que propõe que os restaurantes ofereçam, por um valor três vezes menor, a comida que produz e doe o resto aos necessitados. Existe o projeto "Geladeiras Comuniárias", onde cada pessoa pode colocar os alimentos que quiser em uma geladeira, para que um vizinho possa aproveitá-los.

Graças a ideias como estas e tantas outras, é possível fazer com que a comida chegue a quem dela necessita, ajudando a resolver tanto o problema da fome quanto o do lixo.

Leia também:

seta

FOME ALCANÇA 795 MILHÕES DE PESSOAS NO MUNDO, DIZ ONU

seta

O PLANETA NÃO SUPORTA MAIS LIXO

seta

COMBATE AO DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS: UM APLICATIVO PARA DOAÇÃO DE COMIDA!