Energia solar chega ao Xingu

  • atualizado: 
Energia solar

A Terra Indígena do Xingu está desenvolvendo um projeto muito interessante para a redução do uso de combustível fóssil.

Para quem não sabe, gasolina, óleo diesel e carvão mineral são combustíveis fósseis, os quais têm alto potencial poluente. Onde não chega a energia gerada por hidrelétricas, no Brasil, como é o caso das terras do Xingu, ela é gerada por geradores movidos a óleo diesel.

O Programa Ponto de Encontro, na Rádio Nacional da Amazônia, conversou com Paulo Junqueira, coordenador do ISA - , sobre o projeto que vai implantar placas de energia solar nas 83 aldeias da Terra Indígena do Xingu e reduzir em 75% o consumo do combustível fóssil.

O projeto de levar energia solar para os 6 mil indígenas que vivem no Xingu nasceu de um estudo feito desde 2008 para saber qual é a vocação energética da região. Chegou-se à conclusão, óbvia, de que no Xingu há sol o ano inteiro, logo a principal e melhor fonte energética é o sol, cuja energia é captada por um sistema de placas.

Implementação do projeto

No início do estudo, o Xingu tinha 74 aldeias e, hoje, elas já são 83, o que fez com que o projeto fosse revisto para atender a todas as comunidades. A execução do projeto agora tem previsão de 3 anos.

Primeiramente, a ideia é fazer com que os prédio comunitários funcionem com a energia solar. O primeiro passo do projeto foi formativo, para que os próprios indígenas tenham condições de instalar e fazer a manutenção do sistema. No momento, 20 aldeias já foram atendidas.

Benefícios para as comunidades indígenas

A energia solar vai levar mais desenvolvimento socioeconômico para os povos indígenas do Xingu. Nas aldeias, é produzido mel, são vendidas sementes para projetos de recuperação ambiental e processados pimenta e óleos. Os produtos do Xingu já têm grande aceitação no mercado e com a energia solar a produção vai poder ser expandida.

Outra melhoria será para a saúde da população da região, pois as Unidades Básicas de Saúde (UBS) atendem muitos casos de problemas respiratórios, decorrentes da poluição gerada pelo óleo diesel.

O Parque do Xingu agrega 16 povos diferentes, falantes de 14 línguas.

Especialmente indicado para você:

MAIS DE 300 ETNIAS, MAIS DE 200 LÍNGUAS: CONHEÇA A RIQUEZA CULTURAL DOS NOSSOS ÍNDIOS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!