Welwitschia, a planta que pode viver até 2.000 anos!

  • atualizado: 
Welwitschia mirabilis

É considerada um verdadeiro fóssil vivente, que pode sobreviver até 2.000 anos. Chama-se Welwitschia e é uma planta gimnospérmica que vive na África.

A datação com carbono 14 mostrou que alguns exemplares têm mais de 2.000 anos de idade. A planta é endêmica da Namíbia em Angola, particularmente do deserto do Namibe, uma das áreas mais inóspitas da Terra (o deserto mais antigo do mundo).

Embora a região costeira no noroeste da Namíbia, chamada de Costa dos Esqueletos, seja quase completamente desabitada, este é um lugar realmente rico em vida selvagem. E é ali que vive a Welwitschia mirabilis, uma criatura diferente de qualquer outra que viva na Terra, capaz de sobreviver em um lugar onde praticamente nenhuma chuva pode ser vista. Uma planta que, à primeira vista, parece quase que um pedaço de alga morta.

Welwitschia é gênero suja única espécie é a Welwitschia mirabilis. Em línguas regionais é chamada de n'tumbo, onyanga (cebola) e tweeblaarkanniedood (duas folhas que não podem morrer). De fato, a planta se apresenta como rasteira, formada por um caule lenhoso, uma enorme raiz e apenas duas folhas.

Normalmente, ela vive mais de 1.000 a 1.500 anos, mas existem casos documentados de plantas deste tipo que sobreviveram por 2.000 anos.

A anatomia deste habitante do deserto é ainda mais estranha do que a sua inclinação à vida longa. As suas duas folhas nunca caem e crescem continuamente ao longo da vida.

Outra peculiaridade é que é uma espécie dióica, ou seja, existem espécimes com flores masculinas e flores femininas caracterizadas por diferentes vagens cônicas e extremidades produtoras de néctar.

Seu nome é uma referência a Frederich Welwitsch, o primeiro naturalista, um austríaco que esteve em Angola a serviço do governo português, a perceber a existência desta planta tão peculiar.

As plantas de Welwitschia são uma atração turística. Elas são frequentemente encontradas em depressões porque a pouca chuva que cai em áreas do deserto se flui para esses depósitos. Plantas maiores estão localizadas perto de outras atrações da Namíbia, como a cratera de Messum, com cerca de 16 km de largura, formada há milhões de anos. Ali vivem alguns dos maiores exemplos vivos da Welwitschia.

Na principal cidade da Namíbia, Windhoek, há exemplares de Welwitschia em seu jardim botânico. Ali, os turistas podem admirar essa bela criatura, capaz de resistir ao tempo.

Confira os vídeos sobre a Welwitschia. O primeiro é um infográfico que explica a sua morfologia e o segundo uma expedição científica em busca da planta.

Conheça ainda outras plantas interessantes:

FLOR-CADÁVER DESABROCHA NA FRANÇA

AS 7 PLANTAS MAIS ESTRANHAS DO MUNDO

SKELETON FLOWER: A FLOR QUE FICA TRANSPARENTE QUANDO CHOVE

Fonte fotos: Wikipedia