Rosetta, a bebê-ouriço que foi salva por cães

bebê-ouriço que foi salva por cães

Rosetta, um bebê-ouriço encontrado recém-nascido com o cordão umbilical ainda fresco, foi salva por um milagre. Tudo começou em um dia de junho, quando uma senhora chamada Kátia, ouviu seus cachorros latindo insistentemente na garagem. O que teria acontecido? Para a sua surpresa, encontrou a pequena criatura, sozinha e desamparada, em uma caixa de madeira.

Com muita discrição, Kátia esperou, escondida, para ver se a mãe estava por perto. Algumas horas mais tarde, vem uma terrível descoberta: sua mãe tinha sido morta atropelada por um carro, como acontece com muitos exemplares da sua espécie, que infelizmente têm que lidar com o homem.

Começa assim a sua aventura de "misericórdia" para com o ouriço-bebê, que, depois vem-se a descobrir que era uma fêmea: Rosetta. Kátia começa a alimentá-la com leite de cabra diluído com uma mistura adequada para assegurar uma suficiente ingestão calórica, e a massagear a barriguinha da bichina que sozinha não conseguia fazer cocô.

Lentamente, Rosetta cresce bem, sem problemas, e é transferida para o quintal da casa, onde colocaram à sua disposição um pouco de feno seco com o qual a pequena construiu sozinha a sua casinha, o seu pequeno ninho. Mas, passados 4 meses, Kátia não quis que Rosetta passasse a sua vida em um quintal. O que fazer? Deixá-la viver em um bosque talvez não fosse a solução certa, uma vez que Rosetta poderia não se adaptar rapidamente à vida selvagem.

Então Kátia resolveu pedir ajuda ao WWF de Caserta, Itália, que imediatamente a colocou em contato com Franco Paolella, diretor de um parque protegido pelo WWF. Rosetta agora foi confiada à sua equipe, que tem a tarefa de fazer o retorno à natureza da órfã sortuda.

Talvez você esteja pensando...eu não a daria para ninguém. É verdade que é muita fofura em uma só criatura mas, muito provavelmente, a bichinha será mais feliz vivendo em um parque como uma "ouricinha" especial, mas sempre ouriço. Linda!

Fonte fotos: ©R.Lauria –WWF©R.Lauria –WWF