Venda ilegal de Papagaios põe em Risco a Vida dessa Espécie

  • atualizado: 
papagaio-verdadeiro

Entre as maiores vítimas do tráfico no Brasil, estão as aves! Infelizmente, existem humanos que, ainda, não se deram conta de que os animais são seres sencientes, ou seja, sentem como nós. Devido a essa falta de sensibilidade e empatia para com os seres de outras espécies, ocorrem fatos que os prejudicam e fazem mal a eles, tendo como efeitos o sofrimento e, até, a morte.

 Uma das espécies mais prejudicadas é a do papagaio. 

Seres mansos e sociáveis que, por terem esses atributos, se tornam vulneráveis ao egoísmo e à ganância do ser humano, que os transformam em meras mercadorias no tráfico e comércio ilegal destas aves.

Como combater o tráfico e a comercialização dessas aves

As pessoas que compram essas aves traficadas, contribuem para perpetuar esse comércio que envolve sofrimento e até, a morte delas.

Essas aves são silvestres, e muitas não sobrevivem à essa prática cruel e ilegal. 

Um exemplo disso é o que acontece com o papagaio-verdadeiro, na região centro-oeste, de nosso país.

Entre agosto e dezembro, o papagaio-verdadeiro, se reproduz.

O papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva) é a espécie mais traficada no estado do Mato Grosso do Sul (MS).  

Nesta época, aumenta a venda ilegal do papagaio-verdadeiro, até os filhotes dessas aves são traficados, para serem comercializados ilegalmente. 

A zootecnista Gláucia Seixas, membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, afirmou, que:

"Neste ano, houve a apreensão de, aproximadamente, 470 filhotes de papagaio-verdadeiro, de tráficos de aves, em quatro estados brasileiros, sendo que a maioria aconteceu no Mato Grosso do Sul".

Segundo ela, o papagaio-verdadeiro, por não ser uma espécie rara, é comercializado pelos traficantes, por um valor baixo.

Os traficantes capturam o papagaio-verdadeiro em grande quantidade para aumentar a oferta e terem mais procura, por isso, quem compra, contribui com o tráfico dessas aves.

Papagaios são seres silvestres, nasceram para serem livres

Cada ser tem sua natureza. A natureza do papagaio é voar, por isso foi dotado de asas.

Desafortunamente, esta ave é comprada por pessoas que querem transformá-lo em animal de estimação, cortando as pontas de suas asas, para não voarem e os criando em cativeiro, em gaiola ou viveiro.

Os papagaios são silvestres, sua natureza é viver nas matas e florestas, voando livremente. 

Nossas leis, favorecem a existência da comercialização dessas aves, pois, contraditoriamente, regulamentam criadouros que tenham certificação dos órgãos ambientais, dando permissão para a venda dessas aves.

Devido a isso, muitos criadouros clandestinos se fazem passar por legalizados, para comercializarem os animais apreendidos e traficados por eles.

Aves são importantes para o meio ambiente

A bióloga Neiva Guedes, integrante da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza, reforça a questão da importância dessas aves serem livres. Ela diz, que:

"As aves são valiosas para a natureza, por serem polinizadores importantes e por atuarem como engenheiras ambientais, pois seus ninhos são reutilizados por outras aves".

Programas para a Preservação de Papagaios no Brasil

Um projeto foi criado há 20 anos atrás para preservação dessas aves e de seu habitat. Esse projeto recebeu o nome de "Projeto Papagaio-Verdadeiro" e visa transmitir informações sobre os prejuízos do tráfico de aves. O objetivo desse projeto é conscientizar a sociedade para combater o tráfico de aves e conservar a espécie em seu ambiente natural. 

Outra ação nacional que busca combater a retirada dos papagaios da natureza é o Programa Papagaios do Brasil. Essa iniciativa começou em novembro de 2017 e integra ações de preservação de seis espécies de papagaios, que estão sujeitas à diferentes graus de ameaça. São as espécies:

  • papagaio-verdadeiro (Amazona aestiva),
  • papagaio-charão (Amazona pretrei),
  • papagaio-de-peito-roxo (Amazona vinacea),
  • papagaio-de-cara-roxa (Amazona brasiliensis),
  • papagaio-chauá (Amazona rhodocorytha)
  • e papagaio-moleiro (Amazona farinosa).

 

O Programa Papagaios do Brasil tem por diretriz o Plano de Ação Nacional para a Conservação dos Papagaios (PAN Papagaios) e possui um programa de ações até 2021. Nesse programa, constam as seguintes ações:

  • Atividades de educação e conscientização para preservação da natureza;
  • Apoio de instituições públicas e privadas, com pesquisas e participação nas ações do Projeto.

 

Esse Programa tem apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza e parceria, para sua realização, dos seguintes órgãos: 

  • SPVS; 
  • Parque das Aves;
  • Fundação Neotrópica;
  • Associação Amigos do Meio Ambiente (AMA);
  • ICMBio/CEMAVE.

VÍDEOS

Vejam esse vídeo e conheça mais sobre este Projeto que visa conscientizar as pessoas a não comprarem animais retirados da Natureza, para que mais e mais pessoas apoiem esta causa: 

  

A beleza do papagaio-verdadeiro livre na Natureza: este vídeo mostra cenas dessa ave em seu habitat.

 

As aves em seu habitat irradiam mais vida e energia do que em cativeiro. Se nós, seres humanos, mesmo sem asas, nos entristecemos quando temos nossa liberdade tolhida, o que dirão estes seres alados?