Trump recebe sinal verde para lançar pesticidas e matar abelhas em 14 milhões de acres

  • atualizado: 
Trump abelhas

Na semana passada, a Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos (EPA, na sigla em inglês) autorizou o uso de um inseticida contra abelhas em 14 milhões de acres de terras cultivadas no país.

Segundo o Centro para a Biodiversidade, este é um ato irrefletido que colocará em risco não só a vida das abelhas, mas também a de outros insetos polinizadores.

O uso de inseticidas matará insetos polinizadores

A EPA autorizou o uso de um pesticida prejudicial aos insetos polinizadores: o inseticida poderá ser utilizado em 14 milhões de acres de plantações de algodão nos estados do Alabama, Arkansas, Califórnia, Geórgia, Kansas, Louisiana, Missouri, Mississippi, Tennessee, Texas e Virginia.

As aprovações incluem terras que abrigam mais de 800 espécies de abelhas, incluindo algumas raras, além de borboletas-monarcas e vespas.

O inseticida é chamado sulfoxaflor e é normalmente proibido pela legislação para o uso de pesticidas, já que a exposição a este composto, mesmo em doses baixas, tem apresentado sérias consequências para a reprodução de insetos polinizadores.

A EPA pode aprovar temporariamente o uso de pesticidas proibidos em casos de emergência, como, por exemplo, devido a uma invasão repentina de insetos que arruinariam plantações.

Ainda de acordo com o Centro para a Biodiversidade, neste caso, não há nenhuma questão de emergência, uma vez que dez estados obtiveram autorização para usar o inseticida por pelo menos quatro anos e outros cinco por pelo menos seis anos consecutivos.

Lori Ann Burd, diretora de saúde ambiental do Centro, afirmou que:

"A única emergência aqui é a imprudência com que a EPA autorizou Trump a usar este pesticida perigoso que mata as abelhas." E acrescentou: "É incrível como, apesar do atual apocalipse para os insetos, a prioridade da EPA seja proteger os lucros da indústria de pesticidas."

Uma petição foi lançada contra a autorização concedida a Trump e solicita que a EPA a suspenda. Segundo Burd, é necessário interromper imediatamente o uso de pesticidas que destroem o meio ambiente e comprometem seriamente a biodiversidade do território.

Talvez te interesse ler também:

REDE GLOBAL PARA SALVAR INSETOS POLINIZADORES. MAIS DE 1 MILHÃO DE PARTICIPANTES!

É PRECISO SALVAR TODOS OS INSETOS PARA SALVAR A EXISTÊNCIA HUMANA

INSETOS EM RISCO DE EXTINÇÃO ATÉ O FINAL DO SÉCULO, POR CULPA DOS AGROTÓXICOS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!