O projeto de reflorestamento da Etiópia que plantará 4 bilhões de árvores

  • atualizado: 
Etiópia

Sabemos que a Etiópia é um dos países que mais sofre com a seca, principalmente devido ao desmatamento. Para mudar essa realidade e voltar a ser verde como antes, o Ministério da Agricultura da Etiópia está trabalhando duro e uma das providências a ser tomada é o plantio de quatro bilhões de árvores para aumentar a cobertura florestal que foi reduzida no século XX.

Poucos séculos atrás, a Etiópia era coberta por florestas, mas devido ao crescimento populacional, à expansão das áreas urbanas e dos campos cultivados, o país sofreu um grande desmatamento que reduziu drasticamente o número de árvores. Com essa diminuição na cobertura florestal, o solo tornou-se mais vulnerável à seca, desertificação e inundações.

Para reduzir todos esses problemas, a Etiópia iniciou um processo de reflorestamento e restauração de ecossistemas degradados, recorrendo à agroecologia. Essa atitude conseguiu elevar a cobertura florestal do país para 14,7%, porém isso ainda não é o suficiente para garantir uma proteção contra as mudanças climáticas e a segurança alimentar. Por este motivo, a Etiópia anunciou que irá plantar quatro bilhões de árvores por todo o país!

O primeiro-ministro da Etiópia Abiy Ahmed Ali, explicou que a intenção é transformar ambientes degradados em ecossistemas funcionais. Segundo ele, serão plantadas aproximadamente 40 árvores por cada um dos cem milhões de habitantes do país.

Esse é o "preço" que o país terá que pagar pelo rápido e desordenado crescimento econômico, afirma o site. Apesar do PIB de 10% ao ano na última década, as consequências sofridas pelo meio ambiente não foram nada positivas. A crescente demanda por material de construção e lenha, aumentou o desmatamento tornando o solo árido e cada vez menos fértil. Devido a isso, 10 milhões de pessoas foram vítimas de uma grave seca em 2016 e dois milhões de animais morreram em 2017, pelo mesmo motivo.

Para que essas tragédias não se repitam, o Ministério da Agricultura da Etiópia prevê o gasto de 548 milhões de dólares no trabalho de reflorestamento. Parte dessa quantia será financiada pelos ingressos de um jantar de gala organizado pelo primeiro-ministro Abiy Ahmed Ali, o qual contará com a participação de trezentos empresários.

O projeto de reflorestamento da Etiópia envolve também a substituição de espécies de árvores exóticas por plantas nativas. Os eucaliptos importados da Austrália, por exemplo, consomem grandes quantidades de água e diminuem a disponibilidade de água do solo, alterando o ciclo da água em regiões áridas. Além disso, eles aumentam o risco de incêndios nas florestas e danificam a biodiversidade.

Dentre as espécies nativas, uma das mudas escolhidas para o reflorestamento foi o bambu, pois ele consegue crescer rapidamente em áreas de erosão e ainda poderá atender milhares de voluntários.

Diante disso, esperamos que a Etiópia volte a ser verde como antes e que a fome e a seca sejam definitivamente erradicadas do país.

Talvez te interesse ler também:

A FRANÇA RECONHECE PELA PRIMEIRA VEZ AS CONSEQUÊNCIAS DE SEUS TESTES NUCLEARES NA POLINÉSIA PARA A SAÚDE

SEBASTIÃO SALGADO E SUA ESPOSA LÉLIA REPLANTAM UMA FLORESTA INTEIRA

COSTA RICA: O PAÍS MAIS LIMPO DO MUNDO. ATÉ 2021 ZERO PLÁSTICO E ZERO CARBONO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!