Poluição atmosférica: um verniz seria a solução para o problema?

Várias metrópoles no mundo inteiro estão em emergência contra a poluição atmosférica causada pelo tráfego, pelas indústrias e outras fontes que lançam fumaça no ar. China, França, como já dissemos são países em luta contra a poluição e agora a Itália também pretende lançar um plano para combater o problema que, entre outras coisas, incidirá sobre limites de velocidade mais baixos e alternância de veículos, como já se faz em São Paulo.

Porém agora, uma pesquisa italiana propõe uma solução original para a poluição atmosférica. Chama-se Airlite, um verniz que, de acordo com os seus inventores, é capaz de neutralizar até 88,8% da poluição atmosférica. Como indicado no site da empresa fabricante da pintura inovadora: "100 metros quadrados de Airlite tem o mesmo efeito que 100 metros quadrados de floresta."

Seria realmente simples, bastaria aplicar o verniz sobre as paredes de túneis e edifícios para que, graças a uma tecnologia que se baseia no mecanismo da fotocatálise, ou seja, do aceleramento de uma reação pela ação da luz, o verniz liberaria moléculas oxidantes que capturariam e destruiriam os gases contaminantes presentes no ar.

"Airlite usa a energia da luz para produzir uma ionização do ar perto da superfície, tornando possível a partir do contato desta com o ar poluído, a transformação dos poluentes perigosos para a saúde como o óxido nítrico, por sais minerais solúveis em água, os mesmos que são encontrados na água mineral, que é absolutamente inofensiva. Esta tecnologia também é aplicável em escritórios e residências, onde se permite reduzir a poluição na mesma maneira, eficaz." diz Antonio Cianci, co-fundador da empresa.

Segundo a empresa, ao envernizar os muros de um edifício de 7 andares, seria possível remover a fumaça produzida por 70 carros a gasolina em apenas 12 horas. O verniz também seria eficaz contra fungos e bactérias.

Será????

Leia também:

ADEUS DETERGENTES? UM SPRAY ECOLÓGICO QUE LIMPA E DESINFETA QUALQUER SUPERFÍCIE

ALUNOS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS CRIAM UM CIMENTO ECOLÓGICO

BRASILEIRA INVENTA APP PARA ECONOMIA D'ÁGUA NA AGRICULTURA

CARROS ELÉTRICOS: SEUS PRÓPRIOS PNEUS PODERÃO ABASTECÊ-LOS