Japão: uma violenta erupção vulcânica cria uma coluna de fumaça de 2 km de altura

Monte Aso, o maior vulcão no Japão, tornou-se o protagonista de uma violenta erupção. Às 09:43 de hoje, hora local, ejetou poeira, rochas e gases tóxicos que obrigou as autoridades a evacuar cerca de 30 pessoas.

Do seu cume levantou-se uma nuvem de fumaça preta de aproximadamente 2 km, visível de longe. A Agência Meteorológica do Japão elevou seu nível de alerta de 3 a 5. Além disso, algumas aeronaves foram incapazes de chegar ao aeroporto.

Localizado em Kumamoto (na ilha de Kyushu), Monte Aso tem cinco picos, com uma altura máxima de 1.592 metros e uma caldeira de cerca de 25 quilômetros de diâmetro, tornando-se o maior vulcão ativo no Japão e um dos o maiores do mundo.

Felizmente, ele está localizado em uma área pouco povoada. Das primeiras notícias que se tem, parece que a erupção não está causando impacto sobre as instalações nucleares do Kyushu Electric Power, uma das quais, a de Sendai, fica a 160 km de distância.

Muitas imagens foram postadas no Twitter, embora as autoridades tenham proibido se aproximar do Monte Aso.

O Japão encontra-se no assim chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área circular onde se encontram numerosas falhas e sobre as quais emergem mais de 100 vulcões ativos.



Em janeiro de 2014, o Monte Aso teve em uma violenta erupção que causou uma série de terremotos, alguns dos quais são sentidos até agora. Em 1979, outra erupção causou três mortes e dez feridos.

Leia também:

POR QUE OS VULCÕES SÃO IMPORTANTES PARA O MEIO AMBIENTE?

Fonte fotos: newsweek.com