A importância do Carbono para manutenção da vida na Terra

A importância do Carbono

Embora, in natura, o carbono apenas possa ser encontrado sob forma de carvão – carbono negro –; grafite ou diamante, cerca de 18 a cada 100 seres vivos do planeta, hoje, são formados por carbono, inclusive você e eu. Plantas e animais, igualmente.

Por conta desse elemento em comum, o fato é que o carbono participa de necessidade metabólica para esses organismos. Pode-se ingerir carbono através de hidratos de carbono, que estão presentes, entre outros em: pão, massas, arroz, batatas, frutas e vegetais. Isso ocorre, porque graças ao ciclo de carbono produzem a substância via fotossíntese.

Não à toa, pelo fato de o carbono ser tão essencial à vida, a química orgânica se baseia no composto Carbono.

O Carbono é considerado o grande vilão pelo aquecimento global, já que, por meio da queima de combustíveis fósseis, gera-se o dióxido de carbono, que se acumula na atmosfera, retendo o calor da radiação solar que atinge a superfície terrestre. Na natureza, o que equilibra a relação do carbono com o ambiente é a fotossíntese, mas à medida que a atividade humana passou a poluir mais, as plantas e algas não foram mais capazes de conter o processo de acúmulo de excedente de carbono na atmosfera, no chamado “efeito estufa”.

O Carbono tem uma característica importante: como toda a matéria presente no planeta, não se cria nem pode ser destruído, por isso, há uma quantidade finita de carbono disponível. Daí, vem toda a importância do elemento para a vida: trata-se de parte essencial, ou seja, é a base química para as moléculas dos organismos vivos – que são compostas ainda por lipídios, DNA e proteínas.

A partir do produto da fotossíntese – processo em que a energia do sol se combina ao carbono para a produção de oxigênio – os animais conseguem converter o alimento em energia, para se manterem vivos e ativos.

O Carbono forma pele, pelos, unhas, folhas, entre outros. Quando um organismo morre, esse material é devolvido ao ambiente e reabsorvido por outros organismos. Isso ocorre, porque os próprios microrganismos responsáveis pela decomposição retornam o Carbono à atmosfera como dióxido de carbono. Quem diria que a morte também seria poluente, não é mesmo?

Leia também:

setaQUATRO PLANTAS QUE REVELAM SE O AR ESTÁ POLUÍDO

setaAS FLORESTAS TROPICAIS ABSORVEM MAIS DIÓXIDO DE CARBONO DO QUANTO SE PENSAVA

setaO QUE ACONTECE COM O CARBONO QUANDO OS SERES-VIVOS MORREM?

Fonte foto: freeimages.com