Lírio-do-brejo: benefícios, para que serve e como usar

Lírio-do-brejo: benefícios, para que serve e como usar

O lírio-do-brejo, Hedychium coronarium, é uma planta de solos alagados, nativa dos Himalaia, que veio para o continente americano com os colonizadores.

Sua flor branca, aromática, e seus rizomas, são comestíveis.

Seu óleo essencial é medicinal.

Esta é uma das plantas não convencionais que estão à nossa disposição na natureza. Por isso, vamos apreciar essa PANC.

Culinária e curativa

Pertencente à família das Zingiberaceae, o lírio-do-brejo é parente do gengibre, sendo conhecida também como gengibre-branco, jasmim-borboleta ou lírio-de-oxum.

Seu aroma doce e suave atua como calmante, ajudando a ter um sono agradável e reparador. É uma planta hipotensiva, podendo ser usada no tratamento de doenças cardiovasculares. Mas o uso deve ser recomendado pelo médico.

Cuidado com a interação medicamentosa pois essa planta pode causar alteração na pressão arterial.

Veja outras características do lírio-do-brejo no vídeo abaixo:

O rizoma desta planta é rico em amido que pode ser transformado em farinha e polvilho, muito adequado para o fabrico de biscoitos, bolos e pães.

Este amido é usado na confecção de mingaus, pudins e sorvetes, com leve textura.

O chá do rizoma também pode ser tomado – é uma bebida refrescante, com sabor picante, semelhante ao de gengibre e aroma floral, adocicado – e o rizoma, fresco, ralado, pode ser acrescentado a sucos, molhos e mais o que a sua imaginação disser.

Farinha de rizoma

Para conhecer mais sobre a forma de consumo do rizoma do lírio-do-brejo, assista este vídeo abaixo:

Para fazer farinha de rizoma de lírio-do-brejo é necessário limpar os rizomas, retirar a casca, cortar em pedaços e bater no liquidificador, com um pouco de água até conseguir-se uma pasta homogênea. Essa pasta deve ser colocada em um saco de pano e pendurada, para que a água saia, por gravidade. Depois de seca, essa farinha está pronta.

Rizoma e flor de lírio-do-brejo

rizoma flor lírio do brejo

Fonte foto

Rizoma de lírio-do-brejo

rizoma de lírio do brejo

Fonte foto

Usos medicinais do lírio-do-brejo

Na medicina tradicional é usado para tratar tosse, dor de garganta e problemas respiratórios, seu óleo aromático é sedativo para os nervos, calmante.

É antirreumático, excitante e tônico.

Seu rizoma tem também efeito antisséptico, bactericida e anti-inflamatório semelhante ao do gengibre, porém mais suave.

As flores do lírio-do-brejo, além de serem flores comestíveis,  são usadas em banhos de ervas, para limpeza das energias emocionais.

A forma de uso medicinal desta planta inclui a maceração, o chá (infusão de flores ou decocção do rizoma), a tintura, o emplastro da farinha, o óleo aromático e o floral.

Alguns lírios são muito tóxicos

Uma recomendação importante: não confunda este lírio com outro qualquer pois, também se chama lírio a Datura stramoniun ou Datura suaveolens e a Melia azedarach que são medicinais porém altamente tóxicas.

Planta invasora

Apesar de todos os benefícios, é preciso ter cuidado com o lírio-do-brejo porque ele é uma planta extremamente invasora e resistente, que se alastra rapidamente tomando conta de rios, riachos e causando enchentes.

Para evitar essa situação a dica é plantar mudas nativas.

Veja o vídeo:

Talvez te interesse ler também:

10 MATOS COMESTÍVEIS PARA VOCÊ CONHECER E SE BENEFICIAR

GENGIBRE: PROPRIEDADES MEDICINAIS COMPROVADAS

BERTALHA, UM ESPINAFRE DIFERENTE! BENEFÍCIOS, PROPRIEDADES MEDICINAIS, RECEITAS

CHICÓRIA DO AMAZONAS OU COENTRO BRAVO – MEDICINAL E ALIMENTÍCIA

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *