Borracha amazônica é moda que ajuda a preservar

Borracha amazônica

O projeto Sky Rainforest Rescue é uma parceria entre Sky e WWF, que começou em outubro de 2009 para ajudar a salvar um bilhão de árvores na floresta amazônica e foi prorrogado até 2015. Hoje, a cada minuto, uma área maior que três campos de futebol de floresta amazônica é desmatada.

O objetivo do projeto é ajudar a proteger um bilhão de árvores no estado do Acre, noroeste do Brasil, trabalhando com o governo e as comunidades locais para criar um futuro para a floresta amazônica. A esperança é que a Sky Rainforest Rescue se torne um modelo para combater o desmatamento em outras áreas da Amazônia, bem como outras florestas tropicais em todo o mundo. O projeto tem uma abordagem sustentável na relação entre o uso dos recursos naturais, a melhoria da qualidade de vida de sua população e a conservação da floresta. A parceria tem uma estratégia orientada para que o desenvolvimento com a floresta de pé seja mais valioso do que os resultados obtidos a partir da exploração predatória e do desmatamento, sem que para isso seja necessário sacrificar a economia local.

A borracha amazônica virou mais uma vez o centro das atenções no mundo fashion e se transformou também numa ferramenta de preservação. A marca francesa Veja Fair Trade lançou uma linha de tênis exclusiva para o Projeto Protegendo Florestas (Sky Rainforest Rescue), parceria entre o WWF-Brasil, WWF Reino Unido, a TV britânica Sky e o Governo do Acre, que vem desenvolvendo ações de apoio aos extrativistas, agricultores familiares e escolas rurais nos municípios de Manoel Urbano, Feijó e Tarauacá (AC). A borracha utilizada na fabricação dos calçados da Veja é extraída por seringueiros dos municípios de Feijó (na área do projeto Protegendo Florestas) e Assis Brasil, no Acre. Os tênis são produzidos no Rio Grande do Sul e também utilizam lona de algodão biológico do Ceará e couro com curtimento ecológico com extratos de acácia, um tanino natural não poluente.

A linha de tênis foi lançada no início de junho no Reino Unido, numa edição limitada, e foram desenhados pela modelo e atriz Lily Cole, embaixadora do projeto. A inspiração para a coleção veio depois de uma visita da atriz ao projeto em 2012. Após o sucesso de sua coleção de jóias sell-out feitas de borracha amazônica em 2013, Lily tem colaborado com a Veja na utilização da borracha nas solas dos seus tênis para aumentar a conscientização sobre a versatilidade desse material que ocorre naturalmente.

A Floresta Amazônica é o único lugar na Terra onde as seringueiras crescem em estado selvagem e sua seiva (conhecido como látex líquido) pode ser extraído por seringueiros sem danificar ou cortar as árvores. A borracha para este projeto é comprada por um preço que garante uma melhor renda para os seringueiros e lhes permite manter as árvores de pé.

A coleção limitada Lily Cole e Veja está à venda no Reino Unido e nos sites www.veja-store.com e www.sarenza.co.uk (em breve, no www.impossible.com).

Os preços variam entre £55 e £63. A cada par vendido, são doados £10 para a compra de equipamentos para os seringueiros da área do projeto Protegendo Florestas.

Fonte fotos: veja-store.com