©SPFW/Youtube

Cota racial histórica na SPFW: 50% dos modelos será afro ou indígena

Uma decisão histórica em um mundo branco (aliás, loiro), magro e alto. Esse ano vai ter o primeiro evento da São Paulo Fashion Week com metade dos modelos “negros, afrodescendentes e (ou) indígenas”.

A representatividade dessa população era antes composta de 20% como recomendação do evento. Agora, as marcas estão avisadas e o pedido veio da própria indústria da moda, bem como do público do evento.

A intenção é representar na passarela a diversidade real étnica brasileira.

O mundo da moda está há algum tempo mudando. Hoje a diversidade em qualquer publicidade é vista. Há sempre brancos, negros e asiáticos sendo representados na marcas, principalmente as mais famosas e as de alta moda. Há também as modelos plus size e as pessoas “normais”, mas o modelo alto e magro ainda impera.

Há ainda muita anorexia também, é só reparar para ver.

No Brasil, cujo DNA é formado muito misturadamente entre europeus, africanos e povos nativos, como dissemos aqui, a notícia da SPFW demorou a chegar. Mas agora, com Lewis Hamilton bombando em todo lugar, o orgulho negro aflorou, e esperamos que essa não seja mais uma moda.

Onde ver o SPFW

Acompanhe o evento online, de 04 a 08 de novembro, no Canal da SPFW no YouTube e no Instagram

Esta é a 25ª edição e há motivos para comemorar!

Talvez te interesse ler também:

As abelhas invadem a Semana de Moda de Paris

Meia-calça desfiada vendida por 140 euros: a nova moda da Gucci

Mundo pós-pandemia: “A semana de moda acabou”, declara a Gucci

Sobre Daia Florios

Daia Florios
Ingressou no curso de Ecologia pela UNESP e formou-se em Direito pela UNIMEP. É fundadora e redatora-chefe em GreenMe Brasil.

Veja Também

As abelhas invadem a Semana de Moda de Paris

Os desfiles de moda se apropriam de várias referências da arte e da natureza para …

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *