Hibisco: como tingir o cabelo de vermelho usando ervas naturais

  • atualizado: 
Hibisco

Hibiscus é um gênero botânico que inclui cerca de 300 espécies. Tem belas flores de várias cores em tons de branco, amarelo, vermelho, rosa e roxo. O que se utliza desta planta para fins tintureiros é o pó obtido das flores secas da espécie Hibiscus sabdariffa, nome às vezes encontrado nos ingredientes descritos nos rótulos de tintas para cabelos.

Proveniente da África ocidental, hoje a espécie Hibiscus sabardiffa é cultivada em quase todo o mundo. Da infusão de suas pétalas secas obtém-se o chá de hibisco, conhecido como vinagreira no Brasil, como “sorrel” ou “roselle”, ou ainda “karkaday” no Egito, é uma bebida agradável, com sabor refrescante, muito prevalente em países quentes e tropicais como substituto para o chá ou café, pois sacia a sede e não contém estimulantes.

O hibisco é extremamente benéfico para a pele dado o seu elevado teor de vitamina C, antioxidante e adstringente. A máscara de hibisco é muito útil em caso de pele com acne pelos seus poderes purificantes, calmantes e suas propriedades curativas.

Se aplicado ao cabelo, o pó de hibiscus também traz benefícios notáveis:

* Estimula o crescimento

* Impede a perda de cabelo

* É adjuvante no tratamento da calvície

* Dá volume

* Brilho

* Fortalece os fios

* Amacia

* É anticaspa

Nos cabelos, o hibisco deixa tons que vão do vermelho ao ameixa, dependendo da nossa coloração natural de partida.

Em comparação às suas notáveis propriedades benéficas, o seu poder de tingidura, na verdade, é bastante brando, até porque o hibisco tende a dar reflexos em vez de tingir propriamente e também porque após algumas lavagens, a cor se vai.

Para tingir realmente, a planta deve ser usada em sinergia com outras ervas que tingem como por exemplo a henna, especialmente na presença de cabelos brancos.

Leia mais: HENNA: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA TINGIR SEUS CABELOS DE UMA FORMA NATURAL

Usado puro no entanto, o hibisco é perfeito para obter uma leve cor ameixa / castanha sobre uma coloração natural marrom escura. Neste caso, as nuances de ameixa ficarão lindas sobre os tons naturais da partida.

Como preparar a tintura de hibisco para tingir os cabelos

 
cabelos vermelhos

* Dissolva o pó de Hibiscus sabdariffa em água quente até formar uma pasta homogênea e cremosa, da mesma consistência do iogurte.

* Deixe o creme descansar por cerca de 15 minutos e em seguida, proceda à aplicação. A massa sobre os cabelos limpos é distribuída uniformemente, não importa se secos ou molhados, desde que eles tenham sido lavados no mesmo dia. É necessário que os cabelos estejam bem limpos, sem gel e outras substâncias que possam impedir a penetração correta do pigmento da coloração.

* Os tempos de exposição variam entre 20 minutos a 2 horas, dependendo do tom desejado.

* No final, os cabelos devem ser lavados apenas com água, aplicando apenas um pouco de condicionador para desembaraçar as pontas muito secas.

* No último enxague recomenda-se uma lavagem ácida, que desempenha um papel importante no fechamento das escamas do cabelo, no polimento e fixa melhor a cor. Para tal basta adicionar uma substância ácida (vinagre ou suco de limão) à água do último enxague, esfregando levemente o cabelo. Neste momento, procede-se à secagem normal, natural ou com secador, como preferir.

Hibiscus e henna

 
hibisco henna

Como dissemos, para aproveitar o potencial do hibisco, recomenda-se usá-lo em uma mistura com henna. A henna é na verdade a única erva capaz de se ligar de forma permanente à queratina do cabelo, atuando também como um transportador para outras ervas. Por conseguinte, a utilização do hibisco em combinação com a hena assegura um melhor resultado no tingimento dos fios e um efeito mais prolongado no tempo. Além disso, quando misturado com a henna, o hibisco “esfria” a sua cor vermelho-vivo, acentuando os tons ameixa / cereja.

O único cuidado a se observar quanto ao método de preparação, é o de dissolver o hibisco somente em água porque ele tende a se danificar em contato com substâncias ácidas. Portanto, prepare antes o creme de hibisco, como descrito acima, e só depois una o hibisco à henna no último instante antes de usar a mistura sobre os cabelos para tingi-los.

Deixe a mistura de 1 a 3 horas sobre os cabelos dependendo do tom e da quantidade de cabelos brancos a serem tingidos.

Chá de hibisco

hibisco cha

O chá de hibisco também tem capacidade de tingir, embora menos do que o pó. O chá pode ser misturado à henna antes desta ser aplicada ao cabelo. Uma outra opção é dissolver a henna no chá o resultado será uma coloração do laranja ao cobre dependendo do tempo de exposição.

Quantidades e doses

A título meramente indicativo pode-se usar 15-20% de henna com o restante de hibisco e provar pois, como são produtos naturais, cada vez a cor resultante será levemente diferente. Depende de vários fatores, tempo de exposição, cor natural dos cabelos, qualidade dos produtos, etc.

Vale a pena tentar pois, além de não serem produtos químicos que danificam os fios, principalmente quando usados com muita frequência, as ervas naturais com poder de coloração, ao contrário, fazem bem para a saúde capilar, deixando os fios fortes, bonitos e brilhantes.

Especialmente indicado para você:

setaTINTURA PARA CABELOS: MAIS SUBSTÂNCIAS QUÍMICAS NO SANGUE DOS CABELEIREIROS

setaTUDO O QUE VOCÊ QUERIA SABER SOBRE CABELOS BRANCOS

setaCOMO FAZER O CABELO CRESCER RÁPIDO: DICAS E REMÉDIOS NATURAIS