Esferas d'água comestíveis em vez de garrafas de plástico distribuídas na Maratona de Londres

  • atualizado: 
Ooho

Maratona de Londres cada vez mais sustentável graças às garrafas d'água, comestíveis e biodegradáveis, em forma de esferas, que foram entregues aos participantes para reduzir o lixo plástico​​.

Eles parecem bolhas, são transparentes, redondas e comestíveis. Nós falamos sobre ela há algum tempo aqui, mas agora elas já são muito populares nos eventos esportivos que muitas vezes deixam para trás um mar de lixo plástico.

A revolução Ooho, este é o nome das esferas, é que elas não apenas são comestíveis como também biodegradáveis dentro de 4-6 semanas. E não é só isso, além de ser sempre fresca, produz 5 vezes menos dióxido de carbono do que a PET e requer 9 vezes menos energia.

Ooho já havia sido usada na maratona de Harrow pela startup Skipping Rocks Lab, agora chega à maratona de Londres e já é um sucesso. Como sabemos, geralmente os participantes recebem garrafas de plástico "on the fly" que acabam no chão, mas os três engenheiros espanhóis Rodrigo García González, Guillaume Couche e Pierre Paslier se perguntaram se era possível acabar com essa tendência ruim.

A esfera tem uma membrana gelatinosa composta de algas marinhas e cloreto de cálcio, sendo natural é portanto comestível, mas também econômica: produzir uma garrafa de Ooho custa apenas 2 centavos de dólar.

O percurso cansativo da maratona inglesa, portanto, teve uma virada verde: alguns dos participantes comeram a esfera enquanto outros a jogaram no chão, sem qualquer risco para o meio ambiente, porque biodegradável em pouco tempo, certamente diferentemente do plástico que leva mais de 400 anos para se decompor.

O objetivo agora é produzir essa esfera em larga escala e distribuí-la não apenas em maratonas.

Pequenos passos à frente estão sendo feitos, mesmo que a estrada ainda seja longa. A maratona de Londres, na verdade, não esteve completamente livre do plástico, embora os organizadores tenham assegurado que as garrafas de plástico distribuídas na ocasião eram feitas com material reciclado.

Talvez te interesse ler também:

COVE, A PRIMEIRA GARRAFA D'ÁGUA BIODEGRADÁVEL E REUTILIZÁVEL

GARRAFA PLÁSTICA NÃO DEVE SER REUTILIZADA: É MAIS SUJA QUE UM WC

DO XIXI À CERVEJA - UMA "PISNER BEER" OU, A CERVEJA RECICLADA DA URINA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!