Tomate-cereja, como cultivar na horta e no vaso

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O tomate-cereja tem poucas calorias, apenas 18 a cada 100 gramas é levinho e apetitoso, ótima pedida para épocas de calor. É mais adocicado e menos ácido que o tomate maior, e cai bem em qualquer salada.

O tomate-cereja possui as mesmas propriedades e nutrientes que as dos tomates maiores e, além do mais, é fácil de plantar.

Para aprender a cultivar e obter tomates-cereja orgânicos acompanhe este conteúdo, com as seguintes informações:

{index}

Classificação científica

  • Reino: Plantae
  • Divisão: Angiosperms
  • Classe: Eudicots
  • Categoria: Solanaceae
  • Ordem: Solanales
  • Família: Solanaceae
  • Gênero: Solanum
  • Espécie: Solanum lycopersicum
  • Nome binomial: Solanum lycopersicum var. cerasiforme

SINÔNIMOS

  • Lycopersicon lycopersicum var. cerasiforme
  • Lycopersicon esculentum var. cerasiforme

Descrição e Características

O tomate-cereja é uma espécie de tomate bem menor e de sabor um pouco mais doce se comparado ao tomate comum.

O diâmetro dele pode abranger de 3 à 10 cm, e a forma dele varia entre esfera e elipse. Por suas características é bem utilizado em saladas, decorações de pratos, canapés e aperitivos ou mesmo ao natural.

A origem provável do tomate-cereja é o Peru e Norte do Chile.

Variedades de tomates-cereja

Existem variedades de tomates-cereja que são:

  • Sungold: esse tipo de tomate-cereja cresce mais e fica grande e sua produção é mais rápida, costuma ser o primeiro a dar frutos
  • Sun Sugar: esse tipo de tomate-cereja é parecido com a variedade Sungold, mas a pele é mais resistente por não rachar facilmente
  • Sweet Treats: tem uma cor vermelha intensa e profunda, sabor doce e é resistente a muitas doenças, durante seu desenvolvimento
  • Chadwick e Fox: são variedades que crescem bem rápido e têm um sabor picante.

As vantagens do cultivo do tomate-cereja

Os tomates-cereja crescem rápido, amadurecem cedo e além de deliciosos são nutritivos.

O cultivo do tomate-cereja é fácil e sua colheita é rápida.

Onde encontrar mudas ou sementes para cultivar

Para comprar as sementes ou mudas de tomate-cereja, existem lojas de jardinagem virtuais e físicas que as comercializam.

Outra opção é desidratar as sementes de um tomate-cereja e plantá-las.

Faça você mesmo o cultivo de tomate-cereja orgânico

Orientações para o cultivo de mudas ou sementes de tomate-cereja:

Primeiramente, veja qual será a alternativa de sua preferência: plantar mudas ou sementes de tomate-cereja. O cultivo a partir da muda produzirá os frutos de tomates-cereja mais rápido do que o cultivo das sementes

Providencie estacas para amarrar e apoiar as vinhas do pé de tomate-cereja quando elas começarem a crescer e ficarem mais longas.

Plante a muda ou as sementes do tomate-cereja em terra ou vaso. Escolha um local no jardim ou quintal para plantar as mudas ou sementes do tomate-cereja que seja arejado, limpo e fresco e, se for plantar em vaso, o deixe em um lugar com as mesmas condições.

O vaso para comportar a planta já desenvolvida deve ter tamanho médio. O local onde será plantado ou ficará o vaso com o tomate-cereja deve receber a iluminação direta do Sol.

Os tomates-cereja gostam de Sol, se a planta do tomate-cereja não receber luz solar, murcha e não produz bons frutos. Para plantar o tomate-cereja em vasos compre terra vegetal orgânica ou produza seu próprio adubo vegetal orgânico.

Caso plante no jardim escolha um local que a terra apresente vida, com minhocas circulando, pois isso evidencia que a terra é saudável e fértil.

Plante o tomate-cereja durante a época de calor, pois ele irá necessitar da temperatura quente. Em épocas muito frias a planta pode morrer.

Se plantar o tomate-cereja em vaso, este precisa ter buracos no fundo para a drenagem, com o objetivo de manter a terra com a umidade equilibrada. Regue com regularidade o pé de tomate-cereja, na frequência de quatro vezes por semana.

O solo deve ser mantido sempre úmido. Quando a planta estiver mais desenvolvida será necessário podá-la de vez em quando.

Realize a poda quando os brotos e ramos crescerem mais distantes do caule central e quando as folhas estiverem secas ou mortas.

Para afastar fungos espirre, vez ou outra, spray de bicarbonato de sódio. Regue as plantas de manhã e diretamente no solo para evitar excesso e retenção de água no vegetal e por consequência proliferação de fungos. As mudas florescerão por volta de um mês.

A colheita das mudas se dá em torno de seis a oito semanas depois do plantio. Caso o plantio for com sementes, o florescimento se dará depois de 6 semanas.

Quando os frutos saírem com facilidade dos ramos é o momento de colhê-los. A planta seguirá a produzindo tomates até o inverno. Os tomates recém-colhidos devem ser mantidos na temperatura ambiente, se forem colocados direto na geladeira podem estragar.

Vídeo mostrando o cultivo de tomates-cereja de forma natural e orgânica

Neste vídeo é mostrado formas orgânicas e naturais de plantar tomate-cereja.

Como plantar e obter mudas de tomate-cereja, a partir das sementes, mostrado em vídeo

Edson Dias, em seu canal, ensina neste vídeo a plantar tomate-cereja a partir de sementes, plantadas em garrafa de plástico, para obter a muda e poder transplantar em vaso ou no jardim.

A satisfação de comer um alimento cultivado por nós mesmos

Hoje em dia até em apartamento é possível ter uma horta.

Para se cultivar plantas é necessário além das mudas ou sementes, terra, água e Sol, vontade e dedicação.

O retorno e a gratificação de cultivar o próprio alimento é poder tê-lo de forma orgânica, sem agrotóxico, que sabemos como foi cultivado e de sua procedência. E, ainda ter a dádiva do alimento, sem precisar ir comprar no mercado.

Um alimento fresco, cultivado pelas nossas mãos, fica ainda mais saboroso no prato, não é mesmo?

Talvez te interesse ler também:

MOLHO DE TOMATE: 5 RECEITAS PARA NUNCA MAIS COMPRAR MOLHO PRONTO

COMO CULTIVAR TOMATE EM CASA

11 FERTILIZANTES E PESTICIDAS ORGÂNICOS FEITOS EM CASA

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Siga no Instagram
Siga no Facebook