Carambola - como cultivar no jardim ou em vaso

carambola-como-plantar

A carambola é uma fruta originária da Índia, de cor verde ou amarela e sabor agridoce.

A caramboleira é uma árvore de pequeno porte, é bastante usada na ornamentação de quintais e jardins.

A fruta é bastante consumida na China, principalmente na fabricação de sobremesas. Foi introduzida no Brasil em 1817, no Estado de Pernambuco.

Árvore de carambola

A caramboleira é uma árvore de clima tropical, quente e úmido, que não aguenta frio ou geadas.

Vai bem em regiões onde a temperatura média anual é de 25ºC, com chuvas abundantes, mais de 1.000 mm ao ano, e bem distribuídas - se não tiver tanta chuva, você terá de regar a planta tanto quanto ela precisar - bastante luminosidade e umidade relativa do ar por volta de 80%.

arvore carambola

Fonte foto

O solo bom para a caramboleira é profundo, bem drenado, areno-argiloso (se for plantar sua carambola em vaso use 50% de areia grossa e 50% de solo orgânico misturado com composto bem curtido). Mantenha o pH do solo levemente ácido (entre 6 e 6,5) e evite encharcamento, áreas de baixada onde acumula água ou terreno inclinado onde as chuvas lavam a camada orgânica.

Como plantar carambola

Você pode plantar carambola com sementes, por alporquia (enraizamento de galho ou por enxertia).

Para plantar por semente, escolha frutos saudáveis, de plantas novas, produtivas e vigorosas, retire as sementes, lave-as, seque-as e leve para a sementeira. A semeadura se faz em canteiro de barro misturado com esterco curtido, com espaçamento de 10cm entre cada semente. O canteiro de semeadura pode ser uma caixa-viveiro, que você cubra com plástico para preservar melhor a umidade até as sementes brotarem. Em cada buraco para semente ponha 1 a 3 sementinhas e cubra ligeiramente com terra solta.

carambola semente

Mudas de carambola prontas para transplantar

Quando as mudas brotarem, rareie a sementeira deixando, para cada buraco, só uma muda, a mais forte. Quando as mudinhas alcançarem 25 cm de altura, chegou a hora de levá-las para o local definitivo (vaso ou jardim). No jardim, uma caramboleira vai ocupar um espaço de, no mínimo 5 metros de raio, e crescer até uns 5 metros de altura.

Antes de colocar a sua muda de carambola no local definitivo, abra uma cova de 40cm (um cubo com essas medidas, 40X40X40), misture os adubos (composto, calcário, esterco curtido) e cubra com terra. Essa adubação prévia se faz um mês antes da transferência da muda. Não se coloca a muda junto com os adubos, é preciso que eles sejam introduzidos na terra para que as raízes novas não sofram. Depois de 30 dias, abra de novo o buraco e coloque a muda, devolvendo a terra adubada. Esse procedimento é igual no jardim ou no vaso. O vaso para carambola deve ter, pelo menos, 20 litros de volume e ser bastante fundo, bem drenado.

Quando a caramboleira já tiver crescido e começar a produzir, faça essa adubação, em volta da planta, a cada 3 - 4 anos. Isso garante a saúde da sua árvore.

Mantenha capinado o vaso da sua caramboleira, livre de ervas daninhas que possam concorrer com a planta. O mesmo deve ser feito no jardim, junto do tronco.

Na época de chuvas não há necessidade de regar a caramboleira mas, na época seca as regas deverão ser frequentes e abundantes.

As caramboleiras de semente frutificarão após o 3º ano e as enxertadas, ou de alporquia, no 2º ano já darão frutos. A caramboleira frutifica por 20 anos.

No inverno, retire os galhos secos, areje a árvore, para ela poder produzir em toda a copa. As podas devem ser feitas com um corte diagonal, que impedirá acúmulo de água na cicatriz evitando doenças fúngicas. Veja com atenção o vídeo abaixo:

A carambola é uma fruta muito gostosa, nutritiva e medicinal. E sua árvore é muito bonita mas, você precisará ter espaço para que ela cresça. Mas, é uma fruta com elevado teor de ácido oxálico o que a torna contraindicada para os que sofrem de cálculos renais ou vesiculares.

Especialmente indicado para você:

setaCARAMBOLA: É UMA BOA FRUTA, MAS PODE SER MUITO PERIGOSA...

setaÁRVORES FRUTÍFERAS EM VASOS: DICAS PRÁTICAS E LISTA DE QUAIS CULTIVAR EM CADA REGIÃO