Como plantar cúrcuma, o açafrão-da-terra

como-plantar-curcuma

O açafrão-da-terra, cúrcuma, que também é conhecido como açafrão indiano é uma planta da família Zingiberaceae, prima do gengibre e por isso, também é chamado de gengibre amarelo.

A espécie mais usada é a Curcuma longa, de flor branca. Esta é a planta que é amplamente usada como condimento e também para fazer o extrato de cúrcuma que compõe as cápsulas de gelatina fitoterápicas. Também é dessa espécie que se extrai o óleo essencial de cúrcuma, usado tanto na aromaterapia quanto na fitoterapia.

Como cultivar cúrcuma

A cúrcuma se reproduz por pedaços de rizoma (raiz gorda, tubérculo) com gemas (olhos). Esta planta, depois de adaptada ao local, vai se expandindo por baixo da terra e, de tempos em tempos, solta para o céu suas hastes florais e folhas largas. É uma planta perene, o que quer dizer que não termina, que não acaba e muito resistente, difícil de ser destruída pois qualquer pedaço de rizoma que tenha uma gema gerará outra planta em pouco tempo.

Na sua colheita, época em que a parte aérea (haste, folhas, flores) seca, é retirada parte dos rizomas subterrâneos - é nessa época que a cor amarela destes é mais intensa. A temperatura ideal para o açafrão da terra está entre os 20 e os 35ºC - esta planta não gosta de frio e sofre com temperaturas abaixo dos 12ºC. Gosta de solos argilosos, férteis (bem adubados, com bom conteúdo de matéria orgânica bem curtida) e bem drenados. A Embrapa recomenda que se faça sua adubação com esterco de gado bem curtido, esterco de galinha ou composto orgânico, sempre que necessário (ou seja, sempre que você verificar que há alguma deficiência na coloração das folhas, etc, veja abaixo:

COMO RECONHECER A CARÊNCIA NUTRITIVA DAS PLANTAS PELO ASPECTO DE SUAS FOLHAS

Para que sua cúrcuma seja realmente saudável cuide de que o solo de cultivo não tenha metais pesados, que a água de rega seja limpa e que a planta cresça ao sol pleno mas sem falta de umidade. São essas as condições para você ter uma planta saudável e poder usar, com confiança, os seus rizomas como alimento ou medicamento.

A colheita dos rizomas se dá depois da floração, quando a planta perde sua parte aérea - seca e cai ao chão. Recolha as raízes, deixe uma que outra para reproduzir e ponha-as a secar em local seco e ventilado (o tempo de secagem vai depender do clima da sua casa mas, geralmente, em um mês os rizomas estão no ponto de moer). Moa os rizomas no processador de alimentos, o pó de cúrcuma dura muito mais tempo do que os rizomas. Guarde sua cúrcuma em pó em frascos de vidro fechados, longe de luz e calor.

E, se for plantar a cúrcuma em vasos, escolha vasos de boca bem aberta e com profundidade de 40 a 50 cm, grandes, bem grandes para que ela possa se espalhar. Para o cultivo no campo se recomenda um espaçamento de 50 X 70 cm entre plantas e fileiras então, você pode imaginar o espaço que sua cúrcuma caseira vai precisar para se sentir à vontade. Mas, faça. A cúrcuma é uma planta linda, de folhagem e flores vistosas, perfeita para um jardim.

Boa sorte com sua cúrcuma e melhor colheita!

Leia também:

COMO PLANTAR GENGIBRE E TER SEMPRE EM CASA ESSE REMÉDIO NATURAL

PLANTAR ÁGUA É POSSÍVEL, ENSINA A PERMACULTURA

PERMACULTURA: A CULTURA PERMANENTE QUE NÃO ESGOTA OS RECURSOS

O QUE ACONTECE AO NOSSO CORPO SE COMERMOS CÚRCUMA TODOS OS DIAS?

CÚRCUMA E SUAS EXTRAORDINÁRIAS PROPRIEDADES CURATIVAS

Fonte fotos: Wikipédia