Como cultivar tomate em casa

cultivar tomate em casa

Cultivar tomate em casa é muito fácil. Sabe aquele tomate gostoso e bonito que você comprou outro dia? Pois então, para ter sempre estes tomates em casa, e praticamente grátis, separe uma quantidade das sementes deles e jogue-as na terra, regue e espere crescer, frutificar.

Quer dizer, o melhor mesmo é você preparar um vaso com terra bem misturada, limpa de pedras e outros detritos, semear suas sementes com espaçamento de 20 a 30 cm, se já for este o local definitivo, ou então, semear suas sementes em uma bandeja (pode ser naquelas de ovos) e, quando as mudas estiverem com 4 folhinhas, ou seja, com uns 10 cm de altura, transplantá-las para o local definitivo no seu jardim ou para um vaso grande que tenha entre 25 a 30 cm de profundidade.

A bandeja para sementeira, aquela que pode ser feita com caixa de ovos, deve ser cuidada com carinho, evitando o vento direto e também o sol. Basta um local de claridade e manter a terra umedecida. Uma boa dica é cobrir a sementeira com papel vegetal, com furinhos, e ir umedecendo diariamente, sem encharcar e sem deixar secar.

A rega da sementeira sempre deve ser feita com regador, que dispersa as gotas de água sem criar sulcos.

O tomateiro cresce e precisa ser direcionado, suas ramas devem ser amarradas para não quebrarem com o peso dos frutos.

Apesar de que no Brasil, onde se diz que plantando tudo dá, o melhor é ter em conta algumas dicas técnicas para que os seus tomateiros vinguem e dêem boas saladas depois.

Épocas de semeadura, plantio e colheita do tomate

Semeadura – de fevereiro a abril – esse é o melhor tempo para se jogar na terra a semente, seja na sementeira para fazer muda, seja no local definitivo. Cada semente deverá estar a 2 cm de profundidade e recoberta com terra.

Plantio – de março a junho – é nessa época que as mudinhas atingem o tamanho correto para serem transplantadas. Cada muda deve estar em um vaso, ou então, se em superfície maior ou vaso grande, manterem uma distância de 30 cm entre cada uma delas, assim a competição pelos nutrientes não enfraquece as plantas, que poderão crescer saudáveis e bonitas. Nesta fase o tomate gosta de sol pleno mas, tenha sempre atenção à umidade do solo, que não deve ressecar para as plantas não morrerem, mas também não deve ficar encharcado. O ideal é regar de manhã, ou de tarde, nunca quando o sol está alto e forte, pois então as gotas de água nas folhas podem ocasionar queimaduras que deterioram tanto folhagem quanto frutos.

Colheita – seus tomateiros darão frutos, os tomates, entre maio e agosto, dependendo da época em que foram semeadas as sementes. No total, o cultivo do tomate varia de 90 a 120 dias, em função do tipo ou cultivar escolhido.

O seu tomate, produzido assim em casa e sem o uso de defensivos agrícolas químicos, será um tomate orgânico, na melhor da sua forma. Então, você terá sua própria produção, orgânica, dos tomates que mais gosta podendo, inclusive, ter vários pés de tomate de variedades diferentes, desde os cereja, pequeninos, até aqueles grandes, rombudos. Qualquer tomate, em plantando-se, dará tomateiro e tomates gostosos. Basta cuidar da sua planta com amor, terra orgânica e água na medida da sede dela.

E se você estiver preocupado com pragas que possam vir a comer o teu tomate, conheça aqui alguns defensivos agrícolas naturais.

Leia também: Dicas para o cultivo de ervas aromáticas na varanda de casa

Fonte foto: freeimages.com