Como Fazer Crochê → Explicações Passo a Passo (VÍDEOS)

  • atualizado: 
crochê

Trabalhos manuais são uma ótima forma de relaxar a cabeça enquanto você exercita a sua criatividade. Com agulha e linha você pode criar roupas e peças decorativas, por exemplo, com a arte do crochê.

Origem

A palavra crochê é originária do francês crochet e designa um tipo de artesanato que usa uma agulha que tem uma espécie de gancho na ponta apta para realizar um trançado similar a uma malha rendada.

No século XIX surge, na França, a expressão broder au crochet, que quer dizer, literalmente, "bordar com o gancho". Não se sabe ao certo quando a técnica começou a ser utilizada, mas, segundo historiadores, sua origem remonta à Pré-história. O crochê, tal qual como o conhecemos hoje, foi desenvolvido no século XVI.

Por onde começar

Você pode começar usando uma agulha de 3,5 mm e um fio de linha ou de lã, como preferir, embora o de linha, para iniciantes, seja mais fácil de manusear.

Os iniciantes devem começar aprendendo os pontos básicos para formar uma correntinha. A linha deve formar uma espécie de argolinha, que será laçada pela agulha, lembrando que a cabeça da agulha deve estar sempre virada para você.

Para quem já aprendeu esses pontos básicos, pode passar para o ponto alto.

Após aprender bem esses pontos, já é hora de tentar desenvolver tecidos mais trabalhados com pontos mais complexos, como o ponto candeia. Nesse ponto, como nos anteriores, você vai precisar do auxílio do dedo indicador para fazer a argolinha com a linha.

Outro ponto para quem já está com a técnica mais desenvolvida é o ponto segredo, também conhecido como ponto amor. Você pode fazer o ponto segredo do tamanho que quiser, mas tendo o cuidado de manter um certo padrão entre um ponto e outro.

Se você quer fazer uma peça bem estilosa, o ponto zigue-zague é bastante indicado. Ele dá um efeito de ondas na peça, que fica ainda mais realçada se forem mescladas linhas de cores diferentes.

Outro ponto bonito é o colmeia. Comece fazendo correntinhas com um número par, conforme ensina o vídeo a seguir:

Já com o ponto X, inicie a sua amostra fazendo correntinhas em número ímpar, como mostra o seguinte vídeo:

Pode parecer complicado no começo, dando a sensação de que nos perdemos entre uma laçada e outra, mas realizar trabalhos manuais faz bem para a memória, a coordenação, a concentração, alivia o estresse, estimula a criatividade, além de nos dar uma enorme alegria em ver o quanto podemos criar peças bonitas!

Especialmente indicado para você:

setaCHINELOS PERSONALIZADOS: 10 IDEIAS LINDAS E ORIGINAIS

setaARM KNITTING: COMO FAZER CACHECÓIS, CHAPÉUS E COBERTORES SEM USAR AGULHAS DE TRIC

setaRENDAS, BORDADOS E A ARTE DE RESOLVER PROBLEMAS