Diego, pai de mais de 800 filhotes, volta a casa depois de ter salvado sua espécie da extinção

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

A tartaruga gigante Diego, que vive nas Ilhas Galápagos, no Oceano Pacífico, é um animal famoso. E o motivo é muito nobre. Diego foi responsável por salvar a própria espécieChelonoidis hoodensis – da extinção.

Isso por que, graças aos seus hábitos sexuais muito ativos, ele superpovoou a ilha, tornando-se pai de mais de 800 filhotes. Atualmente, Diego, apesar dos seus 100 anos de vida, continua ajudando – e muito – na preservação da espécie.

De volta a casa

Diego contribuiu com cerca de 40% dos filhotes que foram devolvidos à ilha de Galápagos há duas semanas. Esses filhotes, além das 14 últimas tartarugas gigantes restantes na ilha, estavam participando do Programa de Tartarugas Española, um dos projetos mais bem-sucedidos no combate à extinção de espécies e que existe desde a década de 1960.

Ao longo desse período as 14 tartarugas gigantes e mais uma do Zoológico de San Diego tiveram 1900 filhotes.  Os rebentos foram reintroduzidos na ilha de Galápagos e hoje a população conta com 23000 filhos e netos das 15 tartarugas originais.

Agora, por meio do programa, as tartarugas gigantes voltaram para casa, mais de 50 anos depois de deixarem sua terra. Entre elas, está Diego, que voltou para o seu lar 80 anos depois de ser enviado para o programa.

Não fosse o esforço desses pesquisadores, a espécie hoje estaria extinta. O declínio dela ocorreu, principalmente, pela superexploração dos marinheiros em 1800, além da introdução de espécies invasoras, como cabras.

A volta para casa estava programada para março, mas, em virtude da pandemia de COVID-19, as tartarugas tiveram que esperar um pouco mais e somente agora regressaram à Galápagos. Daqui seis meses a equipe que coordena essa ação fará uma viagem de monitoramento. Além disso, as tartarugas possuem um GPS para que os estudiosos possam acompanhar cada passo delas.

Essa é, sem dúvida, uma grande vitória da Ciência. E Diego tem um papel essencial nessa história.

Talvez te interesse ler também:

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Paulistana formada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro, tem o blog Mamãe me Cria e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook