Símbolo da fauna brasileira, a onça-pintada está em sério risco de extinção

onça-pintada

Um dos animais mais simbólicos da fauna brasileira, a onça-pintada, está definitivamente ameaçada de se ser extinta de seu bioma natural: a Mata Atlântica. Restam cerca de 300 desses felinos vivendo em seu hábitat, segundo informa um estudo publicado pela revista Scientific Reports e divulgado pelo site UOL.

Desde 2014, o Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Mamíferos e Carnívoros (Cenap), do Ibama, já havia alertado sobre o risco de extinção da onça-pintada. Hoje, os poucos indivíduos da espécie vivem de forma isolada em pequenas populações encontradas no Brasil, Paraguai e Argentina segundo a pesquisa, que traz o mais recente levantamento sobre a população de onças-pintadas na Mata Atlântica.

Principal predador extinto

A causa do declínio populacional desses animais deve-se ao desaparecimento de cerca de 85% da Mata Atlântica. Hoje, restam, apenas, 7% de florestas em bom estado de conservação. Além disso, as onças-pintadas são perseguidas por caçadores e fazendeiros

Segundo o estudo: "Perda e fragmentação de hábitat são as principais causas de declínio das onças-pintadas, mas a mortalidade induzida pelo homem é a principal ameaça às populações remanescentes". Com isso, a Mata Atlântica pode tornar-se a primeira floresta do mundo a ter seu principal predador extinto. 

O poder público também tem responsabilidade sobre essa questão, pois a ele cabe ações para a manutenção da biodiversidade e para o combate às mortes dos animais, já que a caça predatória visa ao comércio ilegal de pele e carne das onças e com a caça retaliatória os proprietários rurais visam a atacar o rebanho.

Especialmente indicado para você:

ONÇA–PINTADA ESTÁ À BEIRA DA EXTINÇÃO

10 ANIMAIS EM EXTINÇÃO QUE PODEM DESAPARECER AINDA ESTE ANO