Combate ao desperdício de alimentos: um aplicativo para doação de comida!

aplicativo para doação de comida!

Quando você vai ao supermercado compra somente os alimentos que precisa consumir? Há muitas sobras de comida em condições de consumo que você acaba jogando fora? Pois é, foi pensando no desperdício de alimentos que em Nova York, São Francisco, em toda a Alemanha e leste de Londres se criou um aplicativo para doação de sobras de alimentos em condições de consumo.

Muitos fatores levam ao desperdício de alimentos da produção ao consumo. A FAO relata que o desperdício de alimentos causa um prejuízo de cerca de 750 bilhões de dólares ao ano, e que 1 bilhão de toneladas de alimentos ocasionam perdas econômicas e impactos ambientais. Ainda de acordo com a Organização, a água utilizada por um ano para a produção de alimentos equivale à vazão do rio Volga na Rússia, além de serem emitidos mais de 3 bilhões de toneladas de gases causadores do efeito estufa. Nas regiões mais desenvolvidas, as causas do desperdício são a ineficácia no planejamento das compras, exagero no cumprimento das datas de validade, entre outros. Se esses alimentos não fossem desperdiçados e adequadamente distribuídos, haveria alimento suficiente para todas as pessoas no mundo.

Leia também: Daily Table: Conheça o supermercado de produtos vencidos

Pensando nisso é que o aplicativo Leftoverswap foi criado. Se você tem 2 pedaços de pizza que não pretende comer e não quer jogá-lo fora o aplicativo pode te ajudar.

O aplicativo oferece a localização da comida grátis. É só se registrar e buscar onde há comida na sua região. O co-fundador do aplicativo Dan Newman comenta que algumas pessoas ficam chocadas e acham esse conceito repugnante. Mas com cerca de 10000 usuários na Ásia, Austrália, Europa e EUA este conceito é uma tendência na economia de compartilhamento de alimentos. Nos países desenvolvidos há desperdício de até 40% de seus alimentos, na Grã-Bretanha por exemplo, 20% dos alimentos que compram vão para o lixo em estado de consumo, ou seja, compartilhar o que tem na sua geladeira parece uma ideia sensata.

Diferente do aplicativo Leftoverswap, a ONG Foodsharig sem fins lucrativos foi criada com a intenção de conectar aqueles que têm bens comestíveis para dar de presente àqueles que procuram. De acordo com Bárbara Merhart, coordenadora da ONG em Munique, muitos dos beneficiários do Foodsharing não são apenas aqueles com um orçamento apertado: muitos são profissionais como Merhart, que simplesmente querem manter os alimentos longe do desperdício, e que não veem sentido em pagar por algo que pode ser adquirido gratuitamente. "A idéia original do projeto era para as pessoas postarem em nosso site se tinham sobras na geladeira que queriam doar", diz ela. "Mas agora, lojas, padarias e restaurantes estão participando também." Lojas e restaurantes somente se preocupam com possíveis implicações legais da doação de alimentos com a data de validade próximo de expirar. Ainda assim, a higiene e qualidade das sobras de estranhos permanece um desafio.

A Leftoverswap pretende resolver este problema através da introdução de um sistema de classificação como o usado por empresas como a Airbnb (compartilhamento de acomodações) e a Uber (serviço de compartilhamento de passeio). Estes sites funcionam como um social network e praticamente como funciona a maioria dos sites, onde você pode comentar, classificar, dar a sua nota pelos serviços oferecidos. Isso ajuda muito!

A partilha de alimentos certamente é uma alternativa econômica entusiasta no combate ao desperdício, mas a maior barreira é mesmo a repugnância de muitos ao conceito.

Pense novo, vale a pena o desperdício?

Fonte foto: yablyk.com