Lichia: para que serve? Por que é bom comê-la?

Lichia

Se você já comeu lichia você sabe que se trata de uma fruta incrivelmente saborosa (e doce), ideal para as mais diversas receitas e até mesmo ocasiões. No entanto, as vantagens da lichia vão muito além de seu incrível e inigualável sabor, sendo capaz de agir como fruta rejuvenescedora e até mesmo como auxiliar na perda de peso. Veremos para que serve a lichia e entenderemos o porquê é melhor comê-la.

Para que serve a lichia

Esta fruta extremamente saborosa chamada lichia é muito rica em vitaminas, antioxidantes e também fibras. Uma única lichia pode possuir a quantidade de vitamina C maior do que um punhado de limões ou laranjas, mais fibras do que uma maçã e uma enorme quantidade de potássio, portanto serve perfeitamente para nos prover estas vitaminas e propriedades que só fazem bem ao organismo.

Lichia, por que é melhor comê-la?

Primeiramente, simplesmente não há motivo plausível o suficiente para não se comer lichia. Apenas seu incrível sabor já seria o suficiente para convencer qualquer um. No entanto, caso este motivo não baste, podemos citar alguns dos inúmeros benefícios da lichia em nosso organismo e saúde.

Lichia - todos os benefcios

Como dissemos, a lichia é altamente rica em vitaminas, fibras e antioxidantes. Isso significa que ela é capaz de trazer inúmeros benefícios ao corpo humano. Entre eles podemos citar a saúde do coração, a regulação do sangue, efeitos anti-inflamatórios, proteção antioxidante e muitos outros.

Devido a alta quantidade de fibras, a lichia é uma excelente aliada no controle da regularidade do sistema digestório. Ela regula as atividades do intestino, facilitando assim os processos de digestão. Por este motivo, se diz que a lichia ajuda a perder peso (e realmente ajuda), pois facilitará a absorção e eliminação.

Já devido à concentração altíssima de vitamina C, a lichia é uma fruta antioxidante. Isso quer dizer que ela agirá na manutenção celular, prevenindo os efeitos de envelhecimento, em especial para quem tem o hábito do tabagismo. Além disso, devido a vitamina C, a lichia é muito importante para a manutenção do sistema imunológico, prevenindo resfriados e até mesmo gripes, garantindo assim um organismo mais forte.

RESFRIADO: 10 REMÉDIOS NATURAIS QUE REALMENTE FUNCIONAM

Além das fibras e vitamina C, a lichia também é rica em vitamina B6 e potássio. Isso ajudará a controlar o fluxo sanguíneo, evitando os mais diversos problemas do coração e circulação, tais quais os acidentes cerebrais vasculares e infartos, além de evitar problemas de anemia e tireoide.

Há também certos relatos médicos de que o consumo de lichia é bom para o alívio de tosses ou mesmo dores abdominais, sendo então a lichia uma excelente aliada em problemas respiratórios.

Contraindicações da lichia

Mesmo que a lichia seja uma fruta muito saudável, é importante notar que seu consumo exagerado pode trazer algumas complicações ou mesmo intoxicações para nosso organismo. Isso acontece pois a lichia contém frutose que é uma substância amplamente conhecida como prejudicial à saúde, se consumida em excesso. Além disso, alguns organismos, ou seja, algumas pessoas, são sensíveis às propriedades da lichia, podendo ter reações alérgicas.

Em nosso cotidiano, é importante termos em mente que a orientação de um profissional de saúde ou médico é essencial antes que tomemos a decisão de mudarmos nossa dieta por qualquer razão que seja. Portanto, antes de decidir por iniciar uma dieta com lichia ou complementos desta furta, pergunte ao seu médico se este é realmente o cenário indicado e qual a quantidade ideal de consumo. Em termos práticos, o consumo de 3 a 4 lichias já é o suficiente para repor e regular as necessidades de nosso corpo de vitamina C.

 

Especialmente indicado para você:

CAMU-CAMU: UMA BOMBA DE VITAMINA C

COMO DEVEMOS COMER FRUTAS? COM OU SEM AS CASCAS?

KIWI: FRUTA DE MIL PROPRIEDADES, USOS E BENEFÍCIOS

Fontes: foodfacts.mercola.com e articles.mercola.com