Essa música ajudou a prevenir centenas de suicídios, revela estudo

Essa música ajudou a prevenir centenas de suicídios, revela estudo

As pessoas já sabem o potencial que a música tem de despertar emoções e curar feridas: é a musicoterapia. No entanto, uma canção pode ir ainda mais longe.

É isso o que mostra um estudo publicado no British Medical Journal divulgado pelo Guardian.

O estudo constatou-se que a música “1-800-273-8255”, do rapper norte-americano Loggic, que faz referência ao número de telefone do US National Suicide Prevention Lifeline (EUA), provocou um aumento no número de ligações com pedidos de ajuda e uma diminuição nos casos de suicídio.

O estudo analisou os registros, após o lançamento da música, em 2017, e de dois grandes eventos – o MTV Video Music Awards 2017 e o Grammy Awards, em 2018.

Segundo a pesquisa, houve um aumento de 6.9% nas chamadas para a Lifeline nos dias subsequentes a esses eventos, e uma redução de 5.5% nos índices de suicídio.

Além disso, houve aumento de 10% nas buscas online pela Lifeline, nesse mesmo período.

“Os esforços de prevenção e educação do suicídio devem aproveitar a mídia positiva para educar o público em geral e os grupos de alto risco sobre a prevenção do suicídio sem causar danos aos indivíduos em risco. Mas um grande dilema para a pesquisa nesta área é que as histórias de esperança e recuperação recebem muito menos cobertura da mídia do que as histórias de morte por suicídio”, disseram os pesquisadores.

O poder da música é infinito, a música é uma benção divina. Nesse caso, literalmente!

A música diz :

Eu não quero chorar
Eu não quero mais chorar
Eu quero me sentir vivo
Eu nem quero mais morrer

Talvez te interesse ler também: 

Setembro Amarelo: vamos falar sobre suicídio. A cada 45 minutos alguém se mata

Jovem é premiada por espalhar mensagens contra a depressão e evitar suicídios

Suicídio entre homens é maior do que entre mulheres

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *