Coronavírus: redução no número de pacientes em terapia intensiva pela primeira vez na Itália

Coronavírus: redução no número de pacientes em terapia intensiva pela primeira vez na Itália

Pela primeira vez, no sábado, 4, a Itália registrou queda no número de admissões na UTI desde o início da emergência do coronavírus, com 3.994 pacientes hospitalizados em terapia, 74 a menos do que no dia 3 de abril.

No boletim do dia 4 de abril, a Proteção Civil italiana relatou que o total de casos no país era de 124.632 e as pessoas curadas 20.996, enquanto os pacientes internados com sintomas 29.010 e aqueles em isolamento doméstico 88.274.

A diminuição das internações na UTI permitiu que os hospitais da Lombardia, em particular, registrassem um saldo negativo de 55 leitos.

Enquanto isso, comparado aos dados dos últimos dias, o número de mortos também diminuiu de 970 em 27 de março para 680 em 4 de abril, demonstrando que as medidas implementadas serviram para conter o vírus.

Não obstante a comemoração, ainda é absolutamente essencial que a quarentena continue e que, por ora, não se baixe a guarda porque a fase crítica, infelizmente, ainda está longe de terminar.

Talvez te interesse ler também:

Conjuntivite e outros sintomas atípicos da Covid-19 (novo coronavírus)

Boris Johnson: o primeiro líder mundial hospitalizado por coronavírus, em terapia intensiva

Em SP, a imagem chocante das dezenas de covas abertas para receber as vítimas do coronavírus

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *