Pico de coronavírus no Brasil ainda está por vir, adverte Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde prevê que o pico do novo coronavírus no Brasil deve ocorrer entre 2 e 9 semanas, levando-se em conta demais problemas respiratórios que acometem o país.

O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, falou da estimativa usando como parâmetro o período de maior circulação de vírus respiratórios no Brasil. O país entra na 18ª semana de registros do novo coronavírus desde a publicação do primeiro boletim com casos confirmados de Covid-19, informa o Olhar Digital.

“Estamos na semana epidemiológica de número 18. O período de maior incidência de vírus respiratórios ocorre em torno da 20ª, 22ª, 27ª semana. Em alguns anos ela se antecipa, em outros isso é prorrogado”, explicou Oliveira.

Usando como base outras infecções respiratórios típicas desta época do ano, o secretário disse, ainda, que a imunização do coronavírus deve tardar, no mínimo, três meses.

Dados dessa segunda-feira (27) revelam que o Brasil tem 66.501 casos confirmados de Covid-19 e 4.543 mortes, sendo que, nas últimas 24 horas, houve 4.613 novos infectados e 338 óbitos.

https://www.youtube.com/watch?v=6eSx7ZFC-yM

Talvez te interesse ler também:

Pesquisadores da USP criam respiradores de baixo custo para o tratamento da Covid-19

Emergência em NY após pessoas ingerirem desinfetante seguindo recomendação de Trump

Diaristas dispensadas sem pagamento: a categoria é a mais atingida pela crise coronavírus

Sobre Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.

Veja Também

Contra obesidade: chá de cedrico, a planta brasileira reduz peso e gordura no fígado

Uma pesquisa brasileira realizada pelo Programa de Pós-graduação em Biotecnologia Industrial da Universidade Positivo (UP), …