Coronavírus: redução no número de pacientes em terapia intensiva pela primeira vez na Itália

Pela primeira vez, no sábado, 4, a Itália registrou queda no número de admissões na UTI desde o início da emergência do coronavírus, com 3.994 pacientes hospitalizados em terapia, 74 a menos do que no dia 3 de abril.

No boletim do dia 4 de abril, a Proteção Civil italiana relatou que o total de casos no país era de 124.632 e as pessoas curadas 20.996, enquanto os pacientes internados com sintomas 29.010 e aqueles em isolamento doméstico 88.274.

A diminuição das internações na UTI permitiu que os hospitais da Lombardia, em particular, registrassem um saldo negativo de 55 leitos.

Enquanto isso, comparado aos dados dos últimos dias, o número de mortos também diminuiu de 970 em 27 de março para 680 em 4 de abril, demonstrando que as medidas implementadas serviram para conter o vírus.

Não obstante a comemoração, ainda é absolutamente essencial que a quarentena continue e que, por ora, não se baixe a guarda porque a fase crítica, infelizmente, ainda está longe de terminar.

Talvez te interesse ler também:

Conjuntivite e outros sintomas atípicos da Covid-19 (novo coronavírus)

Boris Johnson: o primeiro líder mundial hospitalizado por coronavírus, em terapia intensiva

Em SP, a imagem chocante das dezenas de covas abertas para receber as vítimas do coronavírus

Sobre Redação GreenMe

Redação GreenMe
greenMe.com.br é um site de informação sobre meio ambiente e saúde, criado para levar ao grande público, a consciência de que um mundo melhor é possível, através de um comportamento respeitoso com todas as formas de vida.

Veja Também

Quais caminhos a legalização da maconha vem trilhando no Brasil

Dezenas de países no mundo, desde os mais desenvolvidos e com políticas públicas mais avançadas, …