Que tipo de livros os pais devem sugerir aos filhos?

ler

Ler é uma atividade importante para as crianças, porque desenvolve não apenas a linguagem, mas o lado lúdico e afetivo.

Pela atividade da leitura, as crianças compartilham ideias, aprendem experiências diferentes e fortalecem relações. Por isso, é importante que os pais participem da escolha dos livros que os filhos vão ler, o que também é uma forma de incentivá-los nessa aventura.

Um estudo publicado no site A Taba trata desse tema para pais e educadores e indica sete livros que não deveriam faltar na biblioteca dos pequenos.

círculo verde 1. Livros de pano, banho e cartonados são um ótimo começo (e podem ser puxados, mordidos, amassados). Além de serem lidos, podem ser manuseados.

círculo verde 2. Obras com imagens, pois ampliam o repertório estético e imaginários das crianças.

círculo verde 3. Publicações com cantigas e paralendas levam adultos e crianças a lerem e cantarem juntos, compartilhando um momento de afetividade.

círculo verde 4. Histórias que apresentam elementos de repetição, com frases e palavras que aparecem várias vezes, facilitam a memorização das crianças e ajudam-nas a “ler” sozinhas.

círculo verde 5. Histórias rimadas, pois elas mexem com o tom, a sonoridade e o ritmo vocal.

círculo verde 6. Contos de acumulação, em que novos elementos são incluídos a cada página.

círculo verde 7. Livros de poemas, que também trabalham ritmo e sonoridade.

Claro que esse acervo é uma sugestão e deve ser ampliado. O importante é que ele sirva como um guia para pais e educadores a fim de que, depois, a criança possa sozinha escolher suas próprias leituras e tenha o desejo despertado para a leitura.

Leia também:

seta MÉTODO MONTESSORI: 10 PRINCÍPIOS PARA EDUCAR CRIANÇAS FELIZES

seta EDUCAÇÃO INFANTIL: CHEGA DE NÚMEROS E LETRAS. NA FINLÂNDIA, AS CRIANÇAS APRENDEM SOMENTE A BRINCAR E A SER FELIZ