©Shamsia Hassani/Facebook

Airbnb disponibiliza acomodações gratuitas para 20 mil refugiados afegãos

Airbnb disponibiliza acomodações gratuitas para 20 mil refugiados afegãos

Com a crise no Afeganistão provocada pela dominação talibã, muitos afegãos, temendo por suas vidas, deram adeus a seu país.

Já noticiamos sobre alguns fatos terríveis que vêm ocorrendo no Afeganistão, nos conteúdos:

Com esse cenário preocupante, os afegãos resolveram buscar refúgio em outros lugares e se espalharam por vários países que deram abertura para eles.

Nesse contexto, uma rede internacional de hospedagens, o Airbnb, está se solidarizando com os refugiados afegãos e disponibilizando acomodações gratuitas a eles.

O CEO e cofundador dessa  plataforma online de hospedagens, Brian Chesky, anunciou a iniciativa ontem, 24, dizendo em seu Twitter:

“A partir de hoje, o Airbnb começará a abrigar 20.000 refugiados afegãos em todo o mundo, gratuitamente.”

Através dessa iniciativa, o Airbnb também quer inspirar outras empresas a fazerem o mesmo, ajudando a reassentar pelo mundo outros milhares de afegãos, vítimas da crise humanitária que assola aquele país.

Para poder ajudar os refugiados o Airbnb tem atuado junto com agências de reassentamento e ONGs humanitárias, visando atender a demanda necessária.

Essa ação também conta com o fundo de doações arrecadadas pela Airbnb.org – uma organização sem fins lucrativos criada pela empresa –  e a colaboração de anfitriões que oferecem hospedagem gratuita.

A criação do Airbnb.org teve início há oito anos, impulsionada pela ação de uma anfitriã, chamada Shell, que após o furacão Sandy em 2012, compartilhou sua casa com uma família vítima dessa catástrofe. Sua generosidade inspirou milhares de outros anfitriões a seguir seu exemplo. Desde então, mais de 75.000 pessoas, em 104 países, foram alojadas durante emergências e tempos de crise.

A ong Airbnb atua em parceria com outras ongs globais e entidades assistenciais para fornecer estadias de emergência para as pessoas quando elas mais necessitam.

Veja no vídeo abaixo como esse trabalho filantrópico teve início.

Observação: clique no botão de configuração, ative a tradução automática para o português.

Não é a primeira vez que a Airbnb socorre pessoas desalojadas. A empresa ajudou desabrigados por causa do terremoto na Cidade do México e durante os incêndios na Califórnia e na Austrália.

Quer colaborar?

Para quem quiser apoiar essa iniciativa e saber mais como ajudar, é só entrar no site do Airbnb.org.

Parabéns, a todos os envolvidos nessa ação humanitária!

Veja outros fatos envolvendo refugiados em:

Islandeses oferecem suas casas aos refugiados na Europa

Crise migratória: Brasil também entra na lista de ajuda aos refugiados

Refugiados: muitas pessoas se solidarizam de verdade

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *