Tradição cultural: festa junina (e julina)

festa-junina

Quem nunca dançou quadrilha, pulou fogueira, comeu canjica e tomou quentão?

A tradição da festa junina, que de tão boa, estendeu-se para o mês de julho e até de agosto, é forte em todo o Brasil. Mas é no nordeste que essa festa mantém mais viva essa tradição cultural.

Origem da Festa Junina

Existem duas explicações para a origem da "festa junina". A primeira delas conta remete às festividades religiosas ocorridas durante o mês de junho para homenagear três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio. A outra versão diz que o nome da festa tem origem em países católicos da Europa e seria uma homenagem apenas a São João e, por isso, se chamava festa Joanina. Foram os portugueses que trouxeram para o Brasil, durante o período colonial, a festividade, que ocorre no país desde o século XVII. 

A quadrilha, dança típica da festa junina, foi influenciada pelas danças dos salões nobres europeus.  Da península Ibérica, veio a dança de fitas,  comum em Portugal e na Espanha. Todos estes elementos culturais foram sendo incorporados à nossa própria cultural e ganhando várias cores locais pelas diversas regiões do país, que deram à festa suas próprias características. 

Festas Juninas no Nordeste

É no Nordeste que acontecem as maiores festas juninas do Brasil. As festas alegram e, também, hoje, se tornaram fonte de renda turística, já que muitos turistas querem conhecer esse evento tão tradicional.  

Em Pernambuco, ocorre a famosa festa junina em Caruaru, marcante pela decoração colorida de palhoças e pelo ritmo do forró pé-de-serra. Artistas famosos do nordeste se apresentam nessa grande festa, anualmente, onde é festejado o São João. 

Outra cidade em que ocorre uma grande festa junina é Campinha Grande, cidade a 135 km da capital da Paraíba, João Pessoa. Dizem que lá ocorre a maior festa junina do Brasil. O evento recebe mais de um milhão de visitantes e ocorre durante todo o mês de junho. Apresentam-se, também, vários artistas e quadrilhas.

Comidas típicas da Festa Junina

festa junina alimentacao

O mês de junho é a época da colheita do milho, alimento usado na produção da maioria dos quitutes juninos: pamonha, milho cozido, canjica, cuscuz, pipoca, bolo de milho são apenas algumas das iguarias das festas juninas. Além das receitas com milho, também fazem parte do cardápio: arroz doce, bolo de amendoim, mugunzá, cocada, pé de moleque, quentão, batata doce e muito mais.

Quem resiste a essas delícias?

Para você aproveitar os quitutes juninos durante o ano todo, confira estas duas receitas saborosíssimas

UMA BROA DE FUBÁ DE CANJICA PARA O CAFÉ DA MANHÃ

A MELHOR RECEITA DE BOLO DE FUBÁ DE LIQUIDIFICADOR

Vamos aproveitar, porque ainda há muitas festas juninas para acontecer nesse Brasil afora!

Especialmente indicado para você:

HISTÓRIA E BRINCADEIRAS PARA CAIR NAS FESTAS JUNINAS

Fonte: guiadoturista