Costa Rica: a surpresa que se sustenta dentro e fora da Copa

Costa Rica pais sustentável

Um pouco antes da Copa do Mundo de 2014, era comum o pensamento de que a Costa Rica seria uma das zebras da competição. Sempre tentando, mas agora, no chamado “grupo da morte” que incluía campeões mundiais do porte de Uruguai, Inglaterra e Itália, teria pouco tempo de vida.

Pois bem, a Seleção do país, apelidada de La Sele, já derrotou todos os rivais e segue muito bem rumo às quartas de final.

Nome do país

Costa Rica foi o nome dado pelos descobridores espanhóis, ao ver os nativos cobertos em joias. Acreditaram, portanto que se tratava de um território cheio de pedras preciosas, mas não; isso era fruto de escambo com outras nações da América do Sul.

Costa Rica e o meio ambiente

Este país conta com um apoio à biodiversidade sem par no mundo. Para se ter uma ideia, os Estados Unidos simplesmente cancelaram uma dívida ativa de US$ 25 milhões que o país da América Central tinha porque desejava que os costa-riquenhos conservassem suas florestas, uma vez que 4% a 5% de toda a área de biodiversidade do mundo está no território do país.

Spielberg rodou o filme Parque dos Dinossauros – Jurassic Park, de 1993 – no país, na localidade chamada Isla Nublar.

fonte foto: nipunscorp.com

A importância das ‘5 folhas’

¼ de todo o território da Costa Rica é protegido, por força de lei; além de o país ter o ecoturismo como uma verdadeira força econômica. Para se ter um exemplo, o próprio governo tem uma classificação oficial em relação ao nível de sustentabilidade turística dos diversos empreendimentos, o reconhecimento vai de 1 a 5 folhas e é difícil chegar ao nível máximo. O slogan oficial do turismo nacional? "Costa Rica - sem ingredientes artificiais".

O país ainda lidera vários índices de satisfação e de desenvolvimento econômico, além de ser um dos líderes latino-americanos em sustentabilidade.

Vulcões em atividade

São 290 vulcões no país, sendo o principal do Arenal, que é circundado por uma úmida floresta. O mais popular entre visitantes é o Poás, que está a uma distância de 60 de San José, a capital. Há ainda Rincón de la Vieja, com muita infraestrutura turística.

Animais silvestres e sofisticação

Em locais como o Parque Nacional Palo Verde se pode encontrar todos os tipos de animais, vivendo em total harmonia com a natureza. Crocodilos, morcegos, macacos, sapos coloridíssimos são comuns por aqui.

fonte foto: wikipedia.org

Já a Hacienda Pinilla, na localidade de Guanacaste, apresenta mais riqueza natural, com passeios a cavalo, pela região, que abriga um hotel muito luxuoso. Há também próximo dali um Four Seasons, mostrando a prosperidade da indústria do turismo na Costa Rica.

Simplicidade e beleza de praias

fonte foto: traveltourismblog.com

Se podemos observar lugares ricos e sofisticados, também vemos vilarejos muito simples, como os que ficam localizados no litoral do país. Playas Coco e Tamarindo são duas entre as mais belas, localizadas no fabuloso Mar do Caribe.

Arvorismo: prática nacional

A Costa Rica é considerada o berço do arvorismo, o que se deve aos biólogos que, do alto das árvores observavam animais e plantas aéreas. Com a rotina, começaram a explorar formas mais simples de descer das árvores, até que chegaram ao conjunto de cabos e roldanas – as tirolesas – com isso, foi criado o arvorismo.

Um dos principais pontos de prática do arvorismo é o Congo Trail Wildlife Farm. Mas é diferente da prática brasileira, porque não contém muita variedade para a prática, como no Brasil.

Fonte foto: theobsessedrepinner.blogspot.it

Quem for iniciante na prática, pode frear a queda com uma luva grossa nas mãos, em contato ao cabo de aço.

Com isso, tenha medo ou não, é possível se divertir à vera com o arvorismo na Costa Rica.

Fonte foto capa: wikipedia.org