No Japão: o espetáculo das lulas vaga-lume

lulas brilhantes japao

 No Japão, entre março e junho você pode assistir a um espectáculo extraordinário: o das lulas vaga-lume, ou lulas bioluminescentes, que iluminam a Toyama Bay, na costa norte de Homshu.

Estas lulas, espécie Watasenia scintillans, emitem naturalmente uma luz azul forte. Normalmente elas vivem debaixo d'água, mas são empurradas para a superfície pelas ondas durante o período de Hotaru Ika, a temporada das lulas vaga-lume.

Quase todo o seu corpo é coberto por órgãos luminosos, chamados fotóforos que são capazes de produzir luz dando origem à bioluminescência. A bioluminescência é tipicamente produzida pela reacão básica entre duas substâncias: a luciferina e a enzima luciferase. Alguns organismos fazem essa reação "por conta própria", enquanto muitos outros produzem luz através de colônias de bactérias luminosas.

A chegada da lula vaga-lume na superfície cria uma atmosfera festiva ao longo da baía. Milhares de lulas bioluminescentes se reúnem ali e fazem um espetáculo extraordinário de um efeito cintilante incomparável.

Lulas vaga-lume

Lulas vaga-lume de perto

Lulas vaga-lume detalhe

O efeito da bioluminescência permite à lula se proteger dos predadores. As lulas vaga-lume se juntam e formam grupos, defendendo-lhes umas às outras. A temporada de acasalamento das lulas vaga-lume coincide propriamente com este período. À noite na Baía de Toyama, milhares de lulas vão à superfície para por ou fertilizar ovos.

Esta época especial do ano na baía, atrai centenas de turistas curiosos de assistirem ao espetáculo. Visitas guiadas estão disponíveis para observar o fenômeno, partindo do museu de Hotaru e do porto de Namarikawa, em Toyama. No último andar do museu, você pode jantar no restaurante local e olhar para a baía, de camarote para o show das lulas vaga-lume.

 

Leia também: No Japão, um hotel para mulheres que querem chorar

Fonte fotos:  wordlesstech.com