Evitar pessoas hostis e mal-humoradas é bom para a saúde e para a alma

  • atualizado: 
pessoas hostis

Há pessoas que vivem em constante busca de confronto com os outros. Elas nunca sorriem, parecem estar sempre zangadas com o mundo. Se não quisermos estragar o nosso dia, devemos evitá-las ao máximo.

Esse tipo de pessoa consome nossa energia e aniquila nossa capacidade de reagir. São pessoas que só sabem transmitir energia negativa e mal-estar quando mostram toda a sua atitude hostil e mal-humorada.

Infelizmente, essas pessoas muitas vezes não sabem respeitar a si mesmas, nem são capazes de respeitar os outros. Elas não conseguem estabelecer um diálogo calmo e construtivo, pois não são pacíficas por natureza e suas críticas são sempre destrutivas.

É claro que nem sempre podemos ficar longe dessas pessoas, porque muitas vezes fazem elas parte da nossa família, do nosso círculo de amigos ou do nosso ambiente de trabalho. Se não pudermos nos afastar, pelo menos tentemos não ser esmagados por sua personalidade e não sermos sufocados por suas reclamações contínuas.

O que podemos fazer para nos sentirmos melhor é tentar manter a distância emocional correta desse tipo de gente hostil e briguenta.

Às vezes pode ser útil agir com antecedência. Se pensarmos que o confronto está próximo, vamos nos comportar de modo a evitá-lo, tentando transformar positivamente uma atmosfera que já é negativa. Acima de tudo, deve-se tentar deixar de dar importância às ações desse tipo de pessoa e principalmente às palavras desagradáveis que elas proferem. Desta forma, seremos capazes de nos manter fortes e energéticos e não desperdiçaremos desnecessariamente nossas energias mentais, físicas e espirituais.

Lembre-se que quando nos afastamos de uma situação dolorosa que está causando grande desconforto, podemos finalmente abrir as portas para a felicidade e as perspectivas positivas que a vida nos reserva.

Vamos deixar de alimentar o comportamento de pessoas tóxicas, evitando a companhia delas e buscando se cercar de pessoas que nos ajudem em nosso crescimento interior, pessoas que saibam apreciar e valorizar a vida. Mas também é importante verificar se essa pessoa não precisa de ajuda ou se de repente não é você mesmo a pessoa briguenta e mal-humorada, de quem todos os seus amigos, parentes e conhecidos, se afastaram.

Caso seja você essa pessoa ou, se for algum conhecido seu, procure ajuda profissional para saber lidar com essa situação. Segundo especialistas, é importante saber lidar com a raiva, com a frustração e com o mau-humor, tendo autocontrole e autoconhecimento para dominar suas emoções, tanto para melhorar seu comportamento com os outros, como para saber como agir com pessoas desse tipo.

A agressividade nem sempre é algo ruim e não pode ser confundida com a raiva, pois ela pode ser útil para se levantar de uma "rasteira" da vida ou de uma decepção, fazendo com que seja possível transformar uma situação negativa em positiva. Da mesma maneira, a raiva é um sentimento que nos acompanha desde a infância e muitas vezes é reprimida por não sabermos lidar com ela.

Sempre existe um motivo para estarmos mal-humorados, tristes, zangados, o que quer que seja e esses sentimentos podem ser também frutos de algum distúrbio em nosso organismo, mas esse é assunto para outro artigo. Por isso, ficamos aqui com essa reflexão e sugestões para lidar com pessoas mal-humoradas ou, se for o caso, para você mesmo buscar ajuda para tratar a origem de toda essa vontade constante de se confrontar com os outros.

Talvez te interesse ler também:

AMIGOS SÃO ANALGÉSICOS NATURAIS MAIS EFICAZES QUE A MORFINA

O QUE É MISANTROPIA? SAIBA SE VOCÊ É UM MISANTROPO

COMO MANTER O BOM HUMOR E O ALTO ASTRAL

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!