foto

Estudantes do Amazonas criam mini-hidrelétrica para distribuir e baratear luz

O Projeto Hidroluz desenvolveu um sistema inovador para distribuir e baratear luz. Realizado por estudantes amazonenses de ensino médio da Fucapi (Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica), o sistema gera energia em locais com e sem acesso à eletricidade, diminuindo a conta de quem já a tem luz e levando-a para quem não a tem.

O professor Rodrigo Corsino, que orientou o projeto, explicou que o sistema é capaz de gerar energia para abastecer vários utensílios de uma casa. O Hidroluz foi desenvolvido com materiais reutilizáveis, para que a mini-hidrelétrica fosse viável economicamente.

Um dos estudante envolvidos com o projeto, Pablo Juan, de 15 anos, explicou que o projeto consiste em uma roda d’agua acoplada a um alternador. Quando ela começa a girar, o alternador começa a gerar energia.

O projeto está em fase de registro de patente para que possa ser disponibilizado para o público em geral.

Assista ao vídeo para entender como o projeto funciona:

Leia também:

10 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ENERGIA SOLAR NO BRASIL

e-Shower: o chuveiro antidesperdício que recicla e reutiliza água

About Gisella Meneguelli

Gisella Meneguelli
É doutora em Estudos de Linguagem, já foi professora de português e espanhol, adora ler e escrever, interessa-se pela temática ambiental e, por isso, escreve para o GreenMe desde 2015.
Previous Kátia Abreu defende desmatamento
Next Argila verde, argila branca, argila vermelha e de outros tipos: indicações e benefícios

Check Also

Mundo pós-pandemia: empresários no Reino Unido pedem por economia verde

Empresários britânicos estão defendendo transformar a experiência instaurada pela Covid-19 em algo “green”. De acordo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *