Elevado João Goulart será desativado para dar lugar ao Parque Minhocão

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

Não é de hoje que o viaduto conhecido como Minhocão, é tema de discussões sobre a desativação do mesmo para atividades de lazer e esportivas. No entanto, no final de Fevereiro de 2019, a Prefeitura de São Paulo, finalmente confirmou que o Elevado João Goulart será transformado no Parque Municipal Minhocão.

O Elevado João Goulart está localizado na região central de São Paulo. Ele faz conexão entre as avenidas Radial Leste à Francisco Matarazzo e passa pelos bairros República, Consolação Santa Cecília e Barra Funda.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e SP Urbanismo, esse projeto será dividido em três etapas, sendo que, a primeira delas está prevista para ser entregue até dezembro de 2019.

Essa etapa compreende a instalação dos acessos e a implementação das estruturas de proteção nas laterais para garantir a segurança dos frequentadores.

A segunda etapa, será para a instalação do Parque em si e tem previsão para ser concluída em dezembro de 2020. Essa etapa será de implementação de 900 metros de parque entre as Praças Roosevelt e o Largo do Arouche.

De acordo com a Prefeitura de São Paulo, serão 17.500 metros quadrados com jardins, floreiras e deques dispostos em módulos pré-fabricados. Será utilizado o conceito urbanístico e referências do arquiteto Jamie Lerner.

Essa decisão se deu pelo fato do Minhocão estar localizado em uma região que compreende diversos pontos de cultura e lazer. Dentre eles estão as bibliotecas Mário de Andrade e Monteiro Lobato, o Estádio do Pacaembu, o Memorial da América Latina e a Santa Casa de Misericórdia.

A criação do parque virou lei no governo de Fernando Haddad, em março de 2016, mas a ideia da desativação do parque já estava inclusa no Plano Diretor, aprovado em 2014.

Em fevereiro de 2018, a Lei que cria o Parque Municipal do Minhocão foi finalmente promulgada pelo prefeito da época, João Doria, em meio a discussões sobre a demolição ou desativação para uso recreativo.

Discussão antiga

Quem é de São Paulo, sabe que esse assunto é bem antigo. Desde a década de 1970, o Minhocão passou a ser interditado a noite devido às reclamações dos moradores da região pela questão do barulho e da poluição.

Com o passar do tempo, essas interdições ganharam espaço para dias específicos, em que o Minhocão passou a ser utilizado para fins recreativos. O trânsito da região foi desviado para ruas locais, mas isso causou um certo transtorno na vida dos motoristas.

No entanto, o transtorno para quem passa pelo Minhocão dirigindo, não chega aos pés do que era sentido pelos moradores dos prédios que cercam o Minhocão. Eles com certeza irão se beneficiar cada vez mais com o Parque Minhocão.

Afinal, trocar um ambiente barulhento e poluído, por um ar um pouco mais puro e espaço de lazer de graça e sem precisar mudar de residência, não é para qualquer um! Estamos ansiosos para ver essa transformação!

Talvez te interesse ler também:

CHUVAS + BRASIL = TRAGÉDIAS. POR QUE TODO ANO A MESMA HISTÓRIA?

AS CIDADES MAIS CONGESTIONADAS (E POLUÍDAS) DO MUNDO

UNESCO DECLARA O RIO DE JANEIRO COMO CAPITAL MUNDIAL DA ARQUITETURA

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook