Antinha albina é a coisa mais fofa que você já viu. FOTOS

Antinha albina é a coisa mais fofa que você já viu. FOTOS

Uma pesquisa genética com um filhote de anta albina vai ajudar a analisar a ausência de melanina na espécie.

O filhote, que foi resgatado em novembro, está sob os cuidados de uma equipe do Zoológico de Sorocaba (SP), que está fazendo o monitoramento e a alimentação do animal.

A bióloga do zoológico, Cecília Pessutti, conta que a “antinha” (como os profissionais a batizaram) alimenta-se de uma mistura de leite de cabra e de vaca e pastagem. Os especialistas estimam que o filhote tenha, aproximadamente, 40 dias de vida.

“Ela é mais sensível à luz solar e pode ter um sistema imunológico mais sensível e isso demanda mais cuidados, como massagem abdominal e o tanque de banho com água morna”, explica Pessutti.

Ela disse, ainda, que o filhote vai prestar uma contribuição científica importante para o estudo da situação albina na espécie.

O biólogo Bruno Saranholi analisa que essa condição pode ser um indicativo de baixa variabilidade genética ou a frequência de acasalamentos entre “parentes”.

Agora, os especialistas vão investigar se há alguma relação de parentesco entre o filhote resgatado e outras duas antes albinas registradas pelo Projeto Anta, do Instituto Manacá. Segundo a bióloga Mariana Landis, uma das responsáveis do projeto:

“O albinismo não é uma condição muito comum, portanto, existe uma boa possibilidade de existir algum grau de parentesco. Em seguida, vamos comparar a genética dos indivíduos albinos com os indivíduos não albinos, verificando, por exemplo, se entre os albinos há um maior sinal de endogamia [acasalamento entre indivíduos aparentados].”

O fotógrafo Luciano Candisani está fazendo os registros da “antinha”. Ele é o primeiro profissional a documentar uma anta albina no Brasil. Os outros indivíduos albinos haviam sido fotografados por ele na reserva Legado das Águas.

Talvez te interesse ler também:

10/12: Dia Internacional dos Direitos Animais. Abaixo o Especismo

Viaduto para animais? Conheça uma ideia que deu certo e salva vidas

Gunda: documentário para quem adora bacon, estreia hoje na Netflix

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *