CO2 e outros gases de efeito estufa atingiram níveis recordes na atmosfera, alerta a OMM

Os  gases mais causadores do efeito estufa e, por consequência do aquecimento global, atingiram concentrações recordes em 2018.

O alarme foi dado antes da COP 25, a conferência das Nações Unidas sobre mudança climática, que será realizada em Madri de 2 a 13 de dezembro.

Conforme o boletim anual emitido pela Organização Meteorológica Mundial (OMM), os níveis de dióxido de carbono produzidos pelas atividades humanas e registrados em 2018 alcançaram 407,8 partes por milhão (ppm), 147% a mais do que os níveis registrados na era pré-industrial: um nível de CO 2 comparável ao conhecido há 3 milhões de anos.

“Deve-se lembrar que a última vez que a Terra teve concentrações semelhantes de CO2 foi entre 3 e 5 milhões de anos atrás: a temperatura era 2 a 3°C mais alta que hoje e o nível do mar era 10. 20 metros acima do nível atual”, explicou Petteri Taalas, secretário-geral da OMM, por ocasião da publicação do boletim anual sobre gases de efeito estufa.

Infelizmente, não há sinais de esperança de redução do dióxido de carbono e outros gases de efeito estufa a curto prazo

De fato, a tendência é ir aumentando continuamente: para se ter uma ideia, em 2017, o CO2 foi de 405,5 partes por milhão. E 2018 foi outro ano com um infeliz recorde, pois as concentrações de CO2  atingiram 407,8 partes por milhão.

Até mesmo as concentrações de compostos elevados aumentaram mais do que nos últimos dez anos e estão em constante crescimento.

Como exemplo, atualmente, o metano na atmosfera é igual a 1869 partes por bilhão, enquanto que o óxido de nitrogênio aumentou para 333,1 ppb, comparando os dois casos com os níveis da era pré-industrial, houve um aumento em cada situação de mais de 250% e 120%, respectivamente.

E essa tendência ascendente continua, prova disso é que as concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera vêm alcançando novos patamares. 

Não há sinal de desaceleração da concentração de gases de efeito estufa na atmosfera, apesar de todos os compromissos previstos pelo acordo de Paris sobre as mudanças climáticas.

Devemos traduzir nossos compromissos em ações e aumentar o nível de ambição em prol do bem-estar futuro da humanidade “, disse Petteri Taalas.

Esse crescimento contínuo de gases de efeito estufa significa que as gerações futuras terão que lidar com impactos cada vez maiores e mais graves das mudanças climáticas, incluindo aumento da temperatura, condições climáticas cada vez mais extremas e prejudiciais, aumento do nível do mar, seca e destruição de ecossistemas marinhos e terrestres, pois, nos últimos trinta anos, o efeito desses gases no clima aumentou 43%.

O que é ainda mais preocupante para a OMM é que, mesmo que as emissões sejam reduzidas, a quantidade de gases de efeito estufa ainda continuará muito alta por um longo tempo, já que o CO2 permanece na atmosfera por séculos e nos oceanos por mais tempo ainda.

“Os resultados do Boletim de Gases de Efeito Estufa da OMM e do Relatório de Escassez de Emissões do PNUMA indicam uma direção clara: neste período crítico, o mundo deve dar ações concretas e intensificadas sobre as emissões.

Estamos diante de uma decisão clara: por em marcha as transformações radicais de que precisamos agora ou enfrentar as consequências de um planeta radicalmente alterado pelas mudanças climáticas”, disse Inger Andersen, diretor executivo do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

O alerta foi dado, agora está nas mãos da humanidade pelo menos reduzir todo esse impacto destrutivo causado pelo poluição da atmosfera!

Talvez te interesse ler também:

METANO: O VILÃO DISCRETO DE FORTE EFEITO ESTUFA, QUE ABSORVE 25 VEZES MAIS CALOR

VEM AÍ UM FUTURO DE INCÊNDIOS SEM CONTROLE, ADVERTEM ESPECIALISTAS

O QUE VOCÊ PODE FAZER PARA EVITAR O AUMENTO DO AQUECIMENTO GLOBAL

Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook