‘Faça parte da biorrevolução hoje’, conclamam os criadores de embalagem biodegradável

‘Faça parte da biorrevolução hoje’, conclamam os criadores de embalagem biodegradável

O que fazer com o lixo plástico produzido no mundo? Como reduzir a poluição marítima e evitar a morte dos peixes e aves que dependem dos oceanos para viver?

Responder a essas questões têm sido o desafio de diversos governos ao redor do planeta e foi tema da recente reunião do G20, na primeira quinzena de junho. Os números são alarmantes, mas há quem mantenha o otimismo e acredite que chegou a hora da biorrevolução. É o caso de um laboratório polonês que acaba de lançar um novo tipo de embalagem.

embalagem biodegradável 2

Substitui o plástico, os ítens de couro, é cultivado naturalmente, pode ser produzido em larga escala, une a natureza à engenharia, reaproveita sobras da produção agrícola, é durável, customizável e, além de tudo, compostável.

embalagem biodegradável 3

Assim diz o vídeo de divulgação do SCOBY, um material versátil e probiótico, criado pela designer Roza Janusz e desenvolvido por uma empresa polonesa chamada Make Grow Lab. “Junte-se à biorrevolução hoje”, conclamam eles.

O nome da invenção soa familiar para os que fazem a famosa Kombucha em casa. A bebida fermentada, conhecida por ser um probiótico natural capaz de garantir a saúde do sistema digestivo, é produzida, justamente, a partir de uma colônia de organismo vivos chamada de SCOBY. A palavra é uma abreviação de Symbiotic Culture Of Bacteria and Yeast, que em português significa Cultura Simbiótica de Bactérias e Leveduras.

A partir da colônia, a Make Grow Lab vem desenvolvendo desde embalagens para alimentos — que podem ser tanto ingeridas quanto virar adubo na composteira — até acessórios como carteiras de dinheiro.

embalagem biodegradável 4

A invenção, que pode ser adaptada a qualquer ambiente e cultivada localmente por pequenos produtores, também pode ser produzida em grande escala.

A divulgação da iniciativa chega em um momento em que as economias mais desenvolvidas do mundo acabam de assinar um acordo, no Japão, para reduzir o lixo plástico no mar.

Talvez te interesse ler também:

QUE TAL SUBSTITUIR EMBALAGENS DE PLÁSTICO POR FOLHAS DE BANANEIRA?

UM ANEL DE NOIVADO PODE CUSTAR A VIDA DE PELO MENOS 3 GARIMPEIROS

ESFERAS D’ÁGUA COMESTÍVEIS EM VEZ DE GARRAFAS DE PLÁSTICO DISTRIBUÍDAS NA MARATONA DE LONDRES

Fonte fotos

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on tumblr
Share on reddit
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *