3 vezes a França: este é o tamanho da Ilha de Plástico no Pacífico

  • atualizado: 
Ilha de plástico

Não é brincadeira a previsão de que em até 2050 haverá mais plástico no mar do que peixe. Em alguns lugares isso já é realidade! Como dissemos aqui: É urgente reduzir o plástico para preservar a água.

Mas hoje vamos falar da dimensão do problema. 3 vezes o tamanho da França é o que um estudo publicado na Scientific Reports quantificou de massa de lixo contida no Oceano Pacífico, entre a Califórnia e o Hawai. 

Naquele "pedacinho" de água, conhecida como Great Pacific Garbage Patch, tem de tudo mas especialmente plástico, muito plástico, a praga do século. São 80 mil toneladas de garrafas, brinquedos, redes de pesca, canudinho e muito mais, que flutuam na área grande quanto 3 vezes é grande a França ou o quanto 4 vezes é grande a Califórnia.

ilha plastico tamanho

Leia também: Plastic Paradise: toda a verdade sobre a Ilha de Plástico no Pacífico

O tamanho do problema é 16 vezes maior do quanto se pensasse e vem crescendo de maneira exponencial. 

Entre o tipo de lixo mais encontrado, as redes de pesca feitas de plástico impressionaram os pesquisadores, conforme afirmou ao CNN Laurent Lebreton, principal autor do estudo. A questão é que estas redes são feitas para o trabalho no mar e por isso demoram muito para se decomporem.

ilha plastico franca

Uma verdadeira ILHA de PLÁSTICO

O problema ali é tão grande que cientistas e ambientalistas querem fazer da Great Pacific Garbage Patch um verdadeiro país cujo nome será The Trash Isles. Eles convidam 200 mil pessoas para se tornarem cidadãos da ilha cujo presidente deveria ser Al Gore, o ex-vicepresidente e ambientalista norte-americano.

Ainda dá tempo de resolver o problema?

Este estudo fora conduzido por uma equipe internacional da Ocean Cleanup Foundation, uma organização holandesa sem fins lucrativos que trabalha no desenvolvimento de sistemas para remover o lixo dos oceanos.

Leia mais: Plástico: a idéia do garoto de 19 anos para limpar os oceanos será "realidade” no Japão

Não é simples remover o plástico das águas com métodos tradicionais (redes em barcos). A ONG trabalha no desenvolvimento de novas tecnologias para a retirada do lixo, usando sistemas flutuantes que concentram a matéria densa para sua posterior retirada. Mas o problema é ainda maior se pensarmos que o plástico vai de degradando lentamente e se transformando em microplástico, material invisível mas tão poluente quanto o plástico, que cai na cadeia alimentar e pronto, prejudica todo o ecossistema e a vida na Terra (pense no peixe e no sal de cozinha, já cheios de plástico).

ilha plastico ecossistema

Fonte fotos

Estamos com um bomba relógio ligada para resolver o problema, conforme declarou Joost Dubois da Ocean Cleanup.

É agora ou nunca!

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!