Uma em cada 5 pessoas vive sem energia elétrica. Conheça uma solução para este problema

Uma em cada 5 pessoas vive sem energia elétrica

Segundo a ONU, cerca de 1 bilhão e 300 milhões de pessoas não têm qualquer acesso a um item essencial para a vida em sociedade: a energia elétrica. Se enxergarmos sob outro prisma esse dado fica mais impactante: a proporção seria, a cada 5 pessoas, uma vive sem esse benefício.

A invenção revolucionária e sustentável

Desse modo, não param de surgir invenções, provando que a capacidade humana de superação de obstáculos é realmente impressionante. Batizada de BATBuoyant Airborne Turbine, ou Turbina Eólica Flutuante, em livre tradução. Esse invento tornou-se possível graças ao esforço conjunto de alunos oriundos do famoso MIT – Massachussets Institute of Technology – que fundaram uma startup, chamada Altaeros.

Seu preenchimento é realizado com gás Hélio e tem uma conexão com sistemas de monitoramento das condições climático-meteorológicas, que permitem alinhamento adequado, mesmo sob as condições mais desfavoráveis.

Consegue ser alçada a três vezes mais altura, em comparação a outros tipos de turbina convencionais. Isso tudo permite que a captação de ventos, para geração de energia, possa ser feita com muito mais facilidade, algo na ordem de duas vezes mais, do que o resultado alcançado hoje, em termos de captação.

Protótipo aprovado

Todos os testes foram empreendidos pela empresa criadora do projeto, na região do Maine, Estados Unidos, e agora está totalmente apto a ser fabricado e utilizado pelas pessoas que não contam com energia elétrica.

Evidentemente, não se trata de equipamento barato. Para se ter alguma perspectiva, uma cidade localizada no Alasca, Fairbanks, contará com um BAT, pelo custo de US$ 1.3 milhão, ou R$ 2.7 milhões. Essa parceria entre a iniciativa privada e a a startup detentora dos direitos de fabricação foi importante para que gerasse investimento em uma linha de produção do BAT.

Missão para BAT

O grande objetivo do BAT, é a possibilidade de levar energia até mesmo para áreas remotas do planeta, que tenham demanda por energia elétrica; ou que utilizam de fontes sujas de combustível para geração de energia, como o diesel, altamente poluente. Segundo os responsáveis pelo projeto, 1 BAT alimenta 12 casas.

Praticidade de instalação

Não são necessários guindastes, perfurações no subsolo ou afins, para a instalação de um BAT, ou seja, é muito mais prático de ser instalado que aqueles equipamentos de geração de energia elétrica de base eólica de tecnologias anteriores.

Assista ao vídeo abaixo, para conhecer um pouco mais sobre esse incrível invento!

Fonte foto: altaerosenergies.com