Como captar a energia do sol

captar a energia do sol

Como todos sabemos, o Sol é, sem dúvidas, a maior fonte de luz e energia disponível para o planeta. Segundo levantamentos, a superfície terrestre recebe, em radiação solar, cerca de 1000 vezes mais do que o quantitativo de energia que seria necessário para alimentação energética da população mundial.

A melhor forma de aproveitar todo esse potencial para a geração de eletricidade é por meio de equipamentos ou recolhimento dos raios solares, para posterior conversão em Watts. Mas quais são as formas mais frequentes para utilização de energia solar? Vejamos a seguir as três formas principais:

Energia solar Térmica

Trata-se do processo mais simples possível: é baseado em um reservatório de água fria, que é transferido a um coletor solar, que é o item capaz de aquecer a água, porque recolhe a radiação solar.

O coletor é feito de placas metálicas, recobertas por tinta preta para ampliar a captação. A água aquecida vai para o boiler, outro reservatório, feito de material isolante térmico, a fim de conservar a água em temperatura mais elevada até o momento de uso.

Além disso, a circulação de água no interior do sistema ocorre por conta da termofissão – que trabalha com a diferença de densidade da água fria e quente. Já em outros sistemas térmicos, de maior porte, o transporte de água poderá ser feito por motobomba.

O Brasil encontra-se em quarto lugar (dados de 2012) na captação de energia solar através de coletores solares térmicos.

Energia solar Fotovoltaica

A radiação solar captada se transforma em eletricidade, por meio de painéis solares, capazes de gerar corrente elétrica. São instrumentos compostos por duas camadas, uma à base de silício e boro e a outra de fósforo. A interação desses componentes das duas camadas, ao receberem a luz solar, gera a corrente de energia elétrica.

Parece bom, não é? Sim, mas o que ainda torna um pouco proibitiva sua ampla utilização é o preço; embora esteja sendo barateado, ano após ano, a instalação conta com bateria de inversão, células solares e outros, fazendo desse um procedimento talvez caro, mas tudo depende de individualizar as necessidades. Uma alto investimento pode vir a ser pago inclusive em um curto espaço de tempo, dependendo de cada caso. Vale lembrar também que, em alguns lugares, o incentivo público ao uso da energia solar fotovoltaica causou uma revolução na forma de fornecimento de energia. É o caso do ensolarado Havaí.

O Brasil ocupa o 34º lugar, atrás de países que recebem muito menos insolação, como Eslováquia, Eslovênia, Suíça, Luxemburgo, e até mesmo Suécia e Dinamarca quando se trata de produção de energia elétrica através de painéis fotovoltaicos.

Energia solar Termodinâmica

É uma tecnologia que transforma a energia solar em energia térmica e subseqüentemente em energia elétrica, através da concentração dos raios solares. O Brasil possui condições muito favoráveis para o uso deste tipo de energia pois recebe uma alta taxa de radiação solar. No entanto, a primeira usina heliotérmica do país, e da America Latina, ainda está em fase de planejamento, já há alguns anos, para ser realizada em Petrolina, Ceará.

Leia também:

10 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE ENERGIA SOLAR NO BRASIL

ENERGIA FOTOVOLTAICA: NO HAVAÍ SE PRODUZ MAIS ENERGIA SOLAR DO QUE AS REDES ELÉTRICAS CONSEGUEM GERAR

SUSTENTABILIDADE NA GERAÇÃO DE ENERGIA ELÉTRICA ABATE IMPOSTO

BRASIL BUSCA APROVAR LEI QUE DÁ INCENTIVOS À GERAÇÃO DE ENERGIA LIMPA

Fonte foto: freeimages.com