Animais

Lagostas também se estressam, afirmam pesquisadores

Lagostas também se estressam

Um estudo publicado na revista Science revela que os crustáceos experimentam emoções básicas e que se acalmam quando medicamentos humanos para a ansiedade lhes são administrados. Segundo a pesquisa, as lagostas podem ter estresse emocional e se acalmarem quando recebem a mesma medicação utilizada em humanos para ansiedade. As descobertas sugerem que até mesmo os invertebrados podem experimentar emoções rudimentares, algo que não se suspeitava antes.

Encontros sexuais entre uma mulher e um golfinho recluso 

  • por Daia Florios

Encontros sexuais entre uma mulher e um golfinho recluso

Você ouviu falar sobre Margaret Howe Lovatt, a mulher que falava com golfinhos? A BBC produziu o famoso documentário "The Girl Who Talked to Dolphins", que está nas páginas dos jornais de todo o mundo. O motivo?

#WhoseSideAreYou: príncipe William e Beckham juntos para a proteção dos animais

  • por Daia Florios

William e Beckham juntos para a proteção dos animais

Príncipe William e David Beckham são os novos campeões da luta contra o comércio ilegal de espécies selvagens. E que paladinos! Os dois símbolos sexuais britânicos decidiram usar suas popularidades e seus charmes para envolverem e educarem, principalmente os jovens, sobre os perigos que os animais estão sujeitos por causa da caça e do comércio ilegais.

Abraçar árvores: o segredo do coala para vencer o calor

  • por Daia Florios

Abraçar árvores

Abraçar árvores refresca. Quem garante isso é um especialista em matéria de abraços e de árvores: o coala. Um novo estudo publicado por cientistas americanos e australianos da Universidade de Melborne, na Austrália, mostrou que o simpático animal combate o calor, abraçando as árvores.

Homem x Tubarão. E a FAO continua sua luta na preservação do peixe

FAO continua sua luta na preservação do peixe

Há muito que os tubarões levam a fama de predadores assassinos dos mares, impiedosos que atacam os outros animais e também os seres humanos, mas será mesmo verdade? Mesmo com a fama de assassinos, os dados revelam exatamente o contrário: nos últimos 84 anos somente 09 ataques foram registrados no Estado do Rio de Janeiro. Atualmente, temos cerca de 70 a 90 ataques de tubarão por ano no mundo todo.