Morreu Tikiri: elefanta não resistiu depois de ter sido forçada a desfilar na parada religiosa, apesar de sua condição

  • atualizado: 
Tikiri

Tikiri não resistiu. A aliá tinha sido forçada a desfilar durante uma cerimônia religiosano Sri Lanka, apesar das péssimas condições de saúde que apresentava.

Tikiri tinha 70 anos e nas fotos publciadas nas redes sociais pela Save Elephant Foundation, em agosto, parecia exageradamente magra e debilitada.

Embora estivesse claro que Tikiri não podia participar do evento, os veterinários atestaram a boa saúde da aliá e deram carta branca para sua exploração durante a procissão.

O corpo de Tikiri foi coberto com tecidos coloridos e radiantes que escondiam sua magreza desconcertante e suas pernas estavam mobilizadas para permitir que ela permanecesse de pé.

Depois de uma marcha que durou dias, Tikiri entrou em colapso, exausta, incapaz de se recuperar devido ao esforço excessivo a que foi submetida.

Quando as imagens de Tikiri ganharam o mundo, desencadeando protestos de ativistas, os organizadores do festival religioso justificaram a magreza perturbadora da elefanta, atribuindo suas condições dramáticas a um distúrbio digestivo banal que não a permitia ganhar peso.

Na realidade, Tikiri estava visivelmente doente e o calvário a que foi submetida causou sua morte: a pobre elefanta faleceu no último sábado (21) depois de ter vivido uma vida escrava e, embora as causas da morte ainda precisem ser apuradas, parece que foi consequência do esforço realizado durante o desfile religioso.

Tikiri morreu ao lado de seu tutor, que havia solicitado expressamente que ela participasse do festival, acreditando que a cerimônia curaria o animal de seus supostos distúrbios digestivos.

Chega de exploração. Assine a Petição

Todos os anos, cerca de 60 elefantes são forçados a desfilar mascarados, decorados com tecidos coloridos e com as pernas acorrentadas durante a procissão religiosa de Perahera: a organização Save Elephant Foundation lançou uma petição para pedir ao governo que acabe com essa exploração.

Clique AQUI para assinar.

Talvez te interesse ler também:

A DURA VIDA DOS ELEFANTES: DO CIRCO AOS EXPERIMENTOS CIENTÍFICOS

AGORA ESTÁ PROIBIDO O COMÉRCIO DE FILHOTES DE ELEFANTE PARA ZOOS E CIRCOS

EM MEMÓRIA DE DAPHNE SHELDRICK, A MULHER QUE PASSOU A VIDA SALVANDO ELEFANTES ÓRFÃOS NA ÁFRICA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!