Zebra: muitas curiosidades sobre este animal encantador

  • atualizado: 
zebra

Para que servem as listras das zebras? Existem muitas especulações sobre o assunto, inclusive sobre o fato das listras serem brancas e não pretas, como imaginamos. Mas essa é só uma curiosidade dentre tantas outras que as zebras possuem. Vamos aprender?

As zebras são mamíferos equídeos nativos da África central e do sul. Apesar de serem parentes dos cavalos e dos burros, as zebras não podem ser domesticadas, elas vivem nas savanas e desenvolvem técnicas de fuga, inclusive de camuflagem por causa de suas listras que denotam a identidade de cada espécie, funcionando como uma impressão digital.

São animais herbívoros, alimentam-se de capim e são capazes de andar cerca de 500 km nas estações de escassez de comida para buscá-la em outra região. Além disso, as zebras são bastante velozes e possuem um coice tão forte que é capaz de quebrar a mandíbula de um leão.

As zebras são divididas em três categorias:

  • ZEBRA-DA-PLANÍCIE (Equus quagga): É o tipo mais comum e é dividida em 6 subespécies distribuídas pela África austral e oriental. Mede cerca de 1,3 m no ombro e tem entre 2 a 2,6 m de comprimento. O peso pode chegar a 350 kg. Os machos são maiores que as fêmeas e se dispersam entre 1 a 3 anos de idade, enquanto que as fêmeas somente aos 4 anos. A subespécie quagga foi extinta, segundo afirma a pesquisa.
  • ZEBRA-DA-MONTANHA (Equus zebra): Localizada no sudoeste da África, tem como característica um “casaco elegante”, barriga branca e listras mais finas do que a zebra-da-planície. É a menor das espécies com 1,2 m de altura e pesa 272 kg. Essa espécie é dividida em 3 subespécies, onde grupos de jovens solteiros que procuram fêmeas para montar o seu harém, disputam a liderança com o alfa a partir dos 5 anos de idade.
  • ZEBRA-DE-GREVY (Equus grevyi): É a maior e a mais rara das espécies com 1,5 m de altura, chega a pesar 450 kg e é considerada uma espécie ameaçada. Possui uma longa e estreita cabeça e é encontrada nas regiões semi-áridas da Etiópia e do norte do Quênia. Os machos vivem em grandes haréns e só aceitam outros se não disputarem as fêmeas. Estas por sua vez, podem permanecer com as mães até os 18 meses, enquanto que os machos até os 3 anos de idade.

Essas espécies não se cruzam entre si e quando tentou-se fazer o cruzamento das espécies grevy com a da montanha, por exemplo, houve uma taxa elevada de aborto. Apesar disso, outras tentativas de cruzamento em cativeiro produziram híbridos distintos ao cruzar zebras com outros equinos (não-zebras).

Quanto às listras, elas são atribuídas a várias funções, mas a mais conhecida e coerente é a de camuflagem. Muitos dizem ainda que, ao contrário do que se pensa, as zebras não são brancas com listras pretas, mas sim pretas com listras brancas. Essa suposição é comprovada por uma evidência embriológica devido à uma série de fatores.

Ameaças

Com relação às ameaças, todas as espécies sofrem com a caça, sendo a zebra-da-planície a menos ameaçada. Segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN), a espécie zebra-da-montanha é a que está mais vulnerável. Já a zebra-de-grevy está classificada como situação de perigo, devido à diminuição de água disponível, doenças, competição por área disponível e recursos escassos.

Curiosidades sobre as zebras

zebras

1. As suas incríveis listras

Como falamos anteriormente, pesquisadores afirmam que ao invés de listras pretas, na verdade as zebras possuem listras brancas e o fundo é preto, mas além disso, existe uma teoria de que as listras das zebras confundem os predadores. Isso porque, como as zebras andam sempre em grupos, os leões se perdem, pois não sabem onde começa e onde termina o animal, dando a impressão de ser algo muito grande e uma coisa só. Tipo ilusão de ótica!

Além disso, segundo uma pesquisa feita por cientistas da Universidade de Calgary, as listras servem para proteger as zebras do forte calor que existe nas savanas, local onde vivem.

setaPOR QUE AS ZEBRAS TÊM LISTRAS?

2. Sociáveis e leais

As zebras são animais sociáveis e vivem em pequenos grupos familiares entre grande rebanhos, mas mesmo estando agrupadas elas se reconhecem e permanecem perto de suas famílias.

São ainda muito leais entre os rebanhos, protegendo umas às outras em sinal de perigo, usando a técnica de agrupamento para afastar o predador.

3. Fortes e inteligentes

Falando em proteção, quando não encontram outro rebanho para se protegerem, elas se misturam aos rebanhos de antílopes para conseguirem uma proteção extra. Porém, quando são atacadas, as zebras são capazes de matar até mesmo um leão com seu coice poderoso. Pesquisas apontam ainda que o chute de uma zebra pode quebrar a mandíbula de um leão e deixá-lo sem poder comer até a morte.

4. O macho mais velho é quem guia

O macho-alfa, além de viver num harém, é quem conduz o rebanho quando precisam migrar em busca de água ou comida. Ele é o macho mais velho e tem a responsabilidade de guiar o rebanho pelo caminho onde o grupo não se desvie para longe da água.

5. Os filhotes

Uma última curiosidade: quantos aos filhotes, em apenas 20 minutos  após o parto, eles conseguem levantar e caminhar.

Estas foram algumas curiosidades e informações sobre as zebras: animais charmosos e que servem de inspiração até mesmo para os estilistas de moda, que usam o modelo das listras para desenhar seus looks para as passarelas! Esperamos que tenham gostado e até a próxima!

Leia mais:

setaANIMAIS HERBÍVOROS – LISTA E CURIOSIDADES

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!