Flow Hive: a colmeia que recolhe mel sem perturbar as abelhas

colmeia que recolhe mel sem perturbar as abelhas

Para as abelhas este é um momento muito difícil. Estes preciosos insetos polinizadores estão ameaçados por pesticidas assassinos, doenças, pragas, mudanças climáticas e o desaparecimento de seus habitats naturais.

Os apicultores poderiam intervir para proteger as abelhas? O manejo das colmeias poderia melhorar graças ao Flow Hive, um sistema que permite a coleta de mel, sem perturbar as abelhas. Este é o resultado de quase 10 anos de pesquisas, feitas pelos australianos Stuart e Cedar Anderson.

Com este sistema, os apicultores podem recolher o mel das colmeias sem abri-las, sem perturbar as abelhas e sem o risco de serem picados. O projeto Flow Hive foi lançado graças a uma campanha de crowdfunding no Indiegogo, que arrecadou mais de 1 milhão de dólares em doações.

O sistema vem apresentado como um meio de proteger as abelhas, para que elas possam continuar a realizar, sem serem perturbadas, o seu trabalho de polinização que é essencial para a produção de muitas frutas e verduras.

Cedar Anderson teve a intuição para um novo método de extração do mel das colmeias, já há 10 anos, depois de uma má experiência pessoal, que levou à morte de algumas abelhas na tentativa de coletar o mel de suas colmeias, na forma convencional.

Dali então, nasceu o sistema de extração de mel, que prevê a sua coleta em um recipiente externo, sem que o apicultor entre em contato com as abelhas.

Coletando mel

Stuart e Cedar Anderson

Tanto mel da colmeia

Interno da colmeia

Detalhe interior da colmeia

Você acha que este sistema pode ser útil para proteger as abelhas por aqueles que se dedicam à apicultura? E mais, será que um sistema do gênero faria com que os veganos passassem a consumir mel (eles não o consome justamente pelo fato de o mel somente poder ser extraído com a interferência do homem sobre a abelha).

Clique aqui para saber mais.

Leia mais: Como você pode ajudar no caso do desaparecimento das abelhas

Fonte fotos: indiegogo.com